Contra a Federalização: Quais os motivos da Associação Fnaras? - Conexão Notícia

Header Ads


Contra a Federalização: Quais os motivos da Associação Fnaras?

 Marivalda Pereira, criadora da Associação Fnaras. —  Foto: Reprodução.

Contra a Federalização: Quais os motivos da Associação Fnaras?
Publicado no Conexão Notícia em 16.junho.2021. 

Agentes de Saúde | A associação FNARAS conta com participação de sindicatos e associações de 22 estados. Cada associado paga pelo número de filiados que possui, quanto mais filiados, maior o valor. Dessa forma a Fnaras pode chegar a arrecadar por mês mais de R$ 400 mil e por mês, quase ou mais de R$ 2.500.000,00 (dois milhões e meio de reais) por ano.

Se ocorrer a Federalização, essa arrecadação milionária deixa de existir. Sabe quando ela irá concordar com a Federalização? Nunca!

Agora você entende por que a Federalização é acabada por todos os lados, na tentava de adiar cada vez mais?

A nível nacional, nenhuma das entidades são favoráveis à Federalização. Os motivos são os mesmos, os argumentos são os mais diversos.

Faz quase 20 anos que fornecemos suporte sindical, informamos à categoria sobre direitos que, ela nem mesma sabia que existia. Ao longo desses anos, criamos ferramentas que serviram de benefícios à ACS/ACE em inúmeros municípios. São milhares e milhares de pessoas beneficiadas por quase duas décadas.


Nunca estivemos sozinhos nessa luta, cada amigo que se junta a nós, nessa corrente voluntária, fortalece a sua base e a todos, nacionalmente.

Muitas vezes, de posse de informações estratégicas, alertamos os riscos terríveis, no momento, não somos compreendido. Depois que o evento do aviso acontece é que notam a sua utilidade, contudo, já é tarde para reparar o erro.

Vídeo esclarecedor:


Aconteceu quando criaram o Piso Nacional congelado. Enquanto várias entidades faziam a festa com a categoria, nós alertamos o tamanho do prejuízo. Hoje, passado os 7 anos, o piso continua congelado. Só recebeu uma atualização divida em 3 parcelas.


Uma grande figura, lutadora das causas da categoria, ACS Jane (São Gonçalo/RJ), depois de vários anos em que dei o alerta, reconheceu que ficou com raiva quando alertamos, contudo, depois de alguns anos entendeu o que havíamos antecedido com precisão.

Agora, apontam que a Federalização pode causar demissões em massa, escondendo que a mesma fórmula estão aplicando a ela, se aplica à PEC 14/2021. Se acreditam que a Federalização irá provocar demissões em massa, se realizada hoje, por que são hipócritas em esconder que essa teoria também se aplica à PEC 14? Notem como são astutos!

CN - Conexão Notícia e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.


VÍDEO - Liderança nacional perde o controle, depois que ACS/ACE cobraram a Federalização.

 Pesquisa revela que 90% dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias desejam a Federalização, contudo, para não reduzir privilégios financeiros, representação despreza representados. —  Foto: Reprodução.

A realidade é chocante, além de absurda. Se por um lado maus gestores dentre os 5.570 municípios oprimem os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, por outro os agentes são humilhados, considerados invisíveis por parte de instituições que deveriam ouvir e buscar atender os anseios daqueles que as sustentam com os seus patrimônios financeiros. Matéria completa, leia aqui!


Entidades tentam usar acabar com a luta pela Federalização fazendo manobras

 Entidades que se dizem representativas estão tratando os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias como invisíveis. —  Foto: Reprodução.

Mesmo com quase 90% (noventa por cento) dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias reivindicando a Federalização, as entidades que se dizem representá-los os ignoram, em total ato de desrespeito e jogam a principal pauta dos agentes para debaixo do tapete. E se nada for feito agora, a janela das possibilidades políticas somente será aberta em 2026. Entenda o caso!


CN - Conexão Notícia e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.

Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.