Header Ads


Prefeitura acata decisão da Justiça e exonera agentes comunitários e de endemias

    Segundo a prefeitura, em 2016 foi aberto um inquérito para apurar irregularidades no processo seletivo.   —  Foto/Reprodução.
 
Prefeitura acata decisão da Justiça e exonera agentes comunitários e de endemias
Publicado no Conexão Notícia em 28.setembro.2021.  

Agentes de Saúde | Segundo informações da Prefeitura de Dourados, a gestão cumpriu decisão judicial e exonerou 32 servidores do cargo de agente comunitário e endemias. Sem concurso, a justiça considerou o exercício da função ilegal e, por isso, eles não poderiam continuar mais no cargo. 

A decisão causou muita polêmica, já que a Lei 11.350/2006 prevê a contratação de ACS por meio de Processo Seletivo Público. 

A decisão das exonerações foi publicada no Diário Oficial do Município de segunda-feira (27).


Todo o imbróglio judicial começou quando o Ministério Público abriu, em 2016, inquérito civil para apurar supostas irregularidades na forma de contratação dos agentes.

Ao ser notificado, o Sindracse-MS (Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate de Endemias da Região da Grande Dourados) ajuizou, em 2018, uma ação pedindo que a justiça declarasse que os 32 servidores tiveram acesso legal aos cargos, e que, portanto, seriam servidores efetivos do município. 


Entretanto, a justiça concluiu que estes servidores não realizaram concurso público para a função, motivo o qual fez com que a categoria perdesse todos os recursos na justiça, desde a primeira instância até as superiores, em Brasília. 

Segundo a Prefeitura, a gestão possui um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o Ministério Público Estadual, por isso, e também por não haver mais a possibilidade de recurso na justiça, o executivo municipal precisou cumprir a decisão dos magistrados e exonerar os servidores.

Na opinião de Samuel Camêlo, coordenador nacional da rede de voluntários da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de saúde, a categoria está sendo penalizada por erros da prefeitura. 


"Quem deveria ser penalizada pelos vícios da forma como o processo seletivo foi conduzido, não era a categoria, mas, o administrador público municipal.  
O argumento de que não há o possa ser feito é algo descabido, já que a prefeitura pode realizar um concurso público, levando em consideração os anos de trabalho dos agentes, além de todas as atividades de capacitação e pontuar como título. Quando a gestão tem o interesse de fazer uma administração justa, sem dúvida alguma, sabe como proceder," comentou Samuel.

CN - Conexão Notícia  e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com informações de Dourados News.

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui!

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.
 
LEIA TAMBÉM:
Emoção: 1.200 Agentes de Saúde irão concluir formação técnica iniciada em fevereiro.

Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!

LEIA TAMBÉM:


Comissão aprova indenização para agente de saúde (ACS/ACE) que usar transporte próprio

    CAE - Comissão de Assuntos Econômicos aprova indenização para agente de saúde que usar transporte próprio.   —  Foto/Reprodução.
 
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou na terça-feira (28) um projeto de lei que prevê o pagamento de despesas de locomoção a agentes de saúde e combate às endemias que usam veículo próprio para trabalhar.  Veja a matéria e o vídeo completo, aqui!

Mobilização Nacional: Sindicatos filiados a FENASCE mobilizam categoria nas bases

    Bases filiadas a FENASCE se preparam para Grande Mobilização Nacional em Brasília. Representação em Alagoas orienta a categoria.   —  Foto/Reprodução/JASB.
 
ARTICULAÇÃO NACIONAL EM BRASÍLIA (DF) - As pautas de luta à nível nacional estão sendo amplamente discutidas, a exemplo da PEC 22/2011, que dispõe sobre o reajuste salarial da categoria, a PEC 14/2021, que trata da aposentadoria especial, e o PL 1802/19, que permite que agentes comunitários de saúde e de combate às endemias acumulem cargos públicos, segundo informações da direção do..Veja a matéria e o vídeo completo, aqui!


PORTARIA GM/MS Nº 2.396/2021: Trata do Pagamento por Desempenho e Incentivo 

   Publicada portaria de transferência dos incentivos financeiros de custeio.   —  Foto/Reprodução.
 
O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE SUBSTITUTO, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal, resolve:

Pagamento por Desempenho e Plano Orçamentário 0008 – Incentivo Financeiro da APS – Capitação Ponderada, com previsão de transferência financeira de R$ 783.593.848,44 (setecentos e oitenta e três milhões, quinhentos e noventa e três mil, oitocentos e quarenta e oito reais e quarenta e quatro centavos) e para o ano de 2022...


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.