Header Ads


FNARAS e CONACS em Brasília: Somente a união em defesa dos direitos dos ACS/ACE trará a vitória

     Palestra educativa iniciou a programação da campanha no município.  —  Foto: Reprodução.
 
FNARAS e CONACS em Brasília: Somente a união em defesa dos direitos dos ACS/ACE trará a vitória 
Publicado no JASB em 06.outubro.2021.  

Agentes de Saúde | Puxada pela CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, cuja proposta inicial de mobilização nacional com manifestação em Brasília, foi amplamente questionada nas m´dias sociais, a Associação Fnaras também aderiu ao movimento no Distrito Federal.

A Associação Fnaras foi radicalmente contra a proposta apresentada pela presidente da Confederação, inclusive, usou as redes sociais para fazer alertas sobre os riscos à categoria que tal agenda em Brasília poderia representar. O que faltou em união, sobrou em adesão. Finalmente a direção da Associação compreendeu a importância do ato, a princípio, encabeçado apenas pelos diretores da CONACS e o seu mar de apoiadores, afinal, estamos falando de uma entidade com mais de 23 anos de atuação, em defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.


Apesar das críticas levantada contra a direção da Confederação, os diretores da novata associação fizeram bem em seguir os passos da experiência, sabendo que os bons alunos não perdem nada ao seguir os passos de seu mestre, no caso, a CONACS.

Associação Fnaras
A associação publicou: "Em dia histórico, a categoria voltou a se reunir como a muito não faziam e mostraram a força que os ACS e ACE têm. Foi lindo, foi grande e ficou marcado na história da categoria. 
Nossa SEMANA DE LUTA DOS ACS E ACE encerrou o seu segundo dia com batalhas ganhas e com a renovação das esperanças.
Amanhã, retornamos com essa mesma força e coragem para um dia que será decisivo e com certeza, será também histórico. FNARAS, A Luta que nos Une!"

Uma realidade necessária
A união, tão necessária para o fortalecimento dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias de todo o Brasil realmente pode fazer a diferença, caso ela saia dos jargões e se tornem verdades práticas. Se isso realmente ocorrer, tanto a PEC 22, quanto a 14/21 poderão sair do papel e se tornar propostas reais. Sabendo todos que, tanto uma proposta quanto a outra abordagem as mesmas pautas de interesse dos agentes. O diferencial está na PEC 22, que também destaca o Reajuste do Piso Salarial, enquanto a PEC 14 não.

VEJA TAMBÉM:

Federalização
Se realmente os interesses dos agentes forem defendido pelas instituições que dizem defender, a Proposta de Federalização passará a ser pauta prioritária, já que ele verdadeiramente garante a desprecarização. Não existe e nunca existiu proposta tão forte, capaz de garantir todos os direitos da categoria como a da Federalização. Atualmente essa maravilhosa luta pelos direitos da categoria está esquecida, arquivada no Congresso Nacional, após a categoria ser iludida com uma falsa ideia de desprecarização. Na verdade, tudo não passou de manobra para tentar garantir o poder de quem nunca o possuiu e tenta fazê-lo, se promovendo com ilusões. 

     Deputado Hildo Rocha e Ilda Angélica Correia.  —  Foto: Reprodução.

Originalmente a PEC  22 não tratava da Aposentadoria Especial, tal como a conhecemos hoje, nem mesmo da tentativa de garantir os demais direitos já conquistados pelas duas categorias. Contudo, hoje já é uma realidade, ou seja, a proposta da Confederação possui um leque de direitos bem mais amplo do que qualquer outra proposta que já tenha sido apresentada antes, no caso, a entidade se superou quanto ao quesito defesa de direitos dos ACS/ACE.

Se a CONACS, Associação Fnaras e Fenasce se unirem e verdadeiramente buscarem defender os interesses dos ACS/ACE, deixando de lado os seus próprios interesses, sem dúvida alguma, não haverá barreira que seja capaz de impedir os avanços dessas categorias. Por outro lado, se essas instituições se fecharem, defendendo os interesses que os seus diretores classificarem como prioritários, sem dúvida alguma, os avanços não ocorrerão de forma completa, plena. 

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui!

PIX: Começa a valer limite de transferências e outras mudanças; confira

     O PIX é um mecanismo de transferência de recursos que opera em tempo real, 24 horas por dia.   —  Foto/Reprodução.
 
Tecnologia Começa a valer o limite de R$ 1 mil para transferências e pagamentos realizados por pessoas físicas das 20h às 6h, incluindo o PIX. Pessoas jurídicas (empresas) não serão atingidas com a medida.

O limite poderá ser alterado a pedido do cliente, através dos canais de atendimento eletrônicos. Porém, a instituição financeira deve estabelecer prazo mínimo de 24 horas para a efetivação do aumento. Veja a matéria completa, aqui!


Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.