Redes Sociais

Header Ads

Nelson Teich diz que fechamento total é medida recomendável em cidades em situação crítica

Nelson Teich, ministro da Saúde. —  Foto/Reprodução Dida Sampaio/Estadão.


Nelson Teich diz que fechamento total é medida recomendável em cidades em situação crítica
Fonte:   ESTADÃO,  André Borges —  Publicado no CN - Conexão Notícia em 07.maio.2020.

Brasília – Com um discurso bem mais cauteloso sobre o cenário de contaminação e mortes por covid-19 no País, o ministro da Saúde Nelson Teich admitiu, pela primeira vez, que a adoção de medidas de fechamento total (lockdown) de cidades, com manutenção apenas de serviços essenciais, deve ser adotada no País em determinados casos.

A declaração do ministro não só contrapõe o que defende e diz diariamente o presidente Jair Bolsonaro, que ainda ontem afirmou que a disseminação da doença estaria em queda e que as pessoas tinham de voltar ao trabalho, como também chancela os atos de governadores e prefeitos que já aderiram ao fechamento total em cidades como Belém (PA), São Luís (MA) e Fortaleza (CE), entre outras.

Acompanhe nossa cobertura sobre o coronavírus. Últimas notícias, perguntas e respostas e como se cuidar.
“Se você tiver uma situação onde você tem uma alta incidência da doença, uma infraestrutura baixa e vê a doença crescendo, você vai buscar um distanciamento cada vez maior. Isso é o extremo da gravidade da situação”, disse.

Veja também:
Alexandre Garcia minimiza depoimento de Moro
Raul Gil recebe alta após ficar cinco dias internado
TCE investiga governo de SP por compra de respiradores
ISTOÉ: Família descobre que idosa com Covid-19 está viva após abrir caixão
Nº de recuperados do coronavírus no Brasil é cerca de 6 vezes maior que o de mortes
UNA: Medidas de proteção no manejo da COVID-19 na Atenção Especializada 
Profissionais da Saúde levam a Prefeitura de Maceió ao MPT por falta de EPI's  
Medidas de proteção no manejo da COVID-19 na Atenção Especializada
A realidade dos Agentes de saúde que lutam para garantir os seus direitos fundamentais
Covid: Curados que testaram positivo não se reinfectaram
Com casos em queda, NY fechará hospital de campanha construídos por cristãos
Britânicos fazem homenagem aos profissionais de saúde

Teich reafirmou que cada local deve adotar a estratégia que for necessária e não medidas generalizadas. “O lockdown vai ser importante nos lugares onde estiver muito difícil, com alta incidência, alta ocupação de leitos, muitos pacientes chegando, infraestrutura que não conseguiu se adaptar. Aí você vai ter uma situação que realmente vai ter proteger as pessoas.”

O ministro chamou a atenção para a necessidade estabelecer regras que garantam que os serviços essenciais não parem, como saúde e alimentação. “Vai ter lugar em que o lockdown é necessário? Vai ter lugar em que eu vou poder pensar em flexibilização? Vai. O que eu preciso é que a gente pare de tratar disso de forma radical, até para que a gente tenha tranquilidade para implementar as medidas em cada lugar do País.”

Teich disse que o ministério já concluiu sua “diretriz” para auxiliar municípios em tomada de decisão. Trata-se, na prática, de um modelo matemático com cinco níveis de situação, para que os gestores avaliem itens como incidência da doença, infraestrutura disponível, disponibilidade de recursos, ocupação de leitos, entre outros, para que adote medidas restritivas ou não de isolamento social.


Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 




Postar um comentário

0 Comentários