Redes Sociais

Header Ads

Clipe de Cassiane sobre agressão terá nova versão

  Clipe de A Voz passará por mudanças. —  Foto/Reprodução.

Clipe de Cassiane sobre agressão terá nova versão
Publicado no CN em 20.jul.2020. 

Mundo Cristão | "Pedimos desculpas a quem eventualmente se sentiu ofendido ou magoado", disse Marina de Oliveira. 

Diante da repercussão do clipe A Voz de Cassiane, a MK Music optou por reeditar o projeto. A informação foi compartilhada, no domingo (19), nas redes sociais da gravadora, que teve a iniciativa elogiada pelo público.

O clipe teve roteiro assinado pela diretora artística da MK, Marina de Oliveira, e a direção de vídeo foi feita agência Centaurus Produções. A história tocava num tema bastante delicado que é a violência doméstica contra a mulher.

VEJA TAMBÉM:
Cassiane sobre agressão: “Sou a favor da denúncia.
Pastor Joel Teixeira recebe Homenagem Especial em seu aniversário
Sarah Farias escreve carta para Deus
Surda volta a ouvir após oração de missionários em aldeia cigana
Após ser expulso de vila no Vietnã, cristão volta para evangelizar e 60 se convertem 
Pr. Ailton Júnior deixa as atividades da IEADPE e passa a pastorear em Caruaru 
As maravilhas do Mar da Galileia 
Pelo menos 100 pastores morreram devido a Covid-19, na Bolívia
Andressa Urach: cantoras incentivam prostituição com “letras e danças pornográficas
Fernanda Brum deixa a MK Music após 25 ano

– Acreditamos totalmente no poder transformador de Cristo e nos colocamos à Sua disposição para que nos use como amplificadores da mensagem de salvação, amor e paz. Com Ele também aprendemos a ouvir, refletir, sermos sensíveis e corajosos para mudanças. E jamais abrirmos mão do nosso papel na sociedade. Pedimos desculpas a quem eventualmente se sentiu ofendido ou magoado.

Confira 2 da muitas reações feitas nas redes sociais:


Aliado a isso, a MK Music convocou seus seguidores a entrarem em uma campanha contra esse tipo de violência. A gravadora divulgou o telefone 180, que pode ser usado para denunciar esse crime. O número já havia sido divulgado com a primeira versão do clipe. O serviço é grátis e o denunciante tem sua identidade preservada.

Fonte: Pleno News, Rafael Ramos

    


Projeto: Agentes comunitários de saúde e de combate às endemias inumeráveispostID=6523418762690178958
postID=7009584177049939193 
postID=7463457866185878074 



Medidas para evitar reunião de pessoas e para estimular a higiene em epidemias não são novidade. É o que mostra o documento de 1850, quando enfrentávamos a febre amarela. Que tal conhecer mais da nossa história? O Arquivo do Senado reuniu e organizou material sobre epidemias no país, desde 1826. Acesse em senado.fm/epidemias

Nesses tempos, boa informação é fundamental. Siga a Rádio Senado






Postar um comentário

0 Comentários