Redes Sociais

Header Ads

Nick Cordero, ator da Broadway, morre aos 41 anos por complicações da Covid-19

Ator da Broadway teve que amputar a perna por causa de complicações da Covid-19—  Foto/Reprodução.

Nick Cordero, ator da Broadway, morre aos 41 anos por complicações da Covid-19
Publicado no Conexão Notícia em 28.jul.2020. 

Coronavírus | O ator Nick Cordero, de 41 anos, morreu na manhã do  dia 5, após ficar mais de três meses internado no hospital Cerdars-Sinai, em Los Angeles, por causa de complicações da Covid-19. Durante o período na unidade de saúde, o artista da Broadway precisou amputar a perna direita após apresentar problemas de coagulação.

A morte do ator foi confirmada por sua mulher, Amanda Kloots, no Instagram. ''Deus tem mais um anjo no céu agora. Meu querido marido morreu esta manhã. Ele estava cercado pelo amor de sua família, que cantava e orava, enquanto ele gentilmente partia deste mundo. Eu estou desacreditada e dolorida em todo lugar. Meu coração está tão partido porque não consigo imaginar nossas vidas sem ele. Nick era uma luz tão brilhante, era amigo de todos. Amava ouvir, ajudar e, especialmente, falar. Ele era um ator e músico incrível. Ele amava sua família e amava ser um pai e marido. Elvis e eu iremos sentir sua falta em tudo a partir de agora, todos os dias'', desabafou a instrutora fitness, com quem Nick tinha um filho de 10 meses.

Nick foi diagnosticado com o novo coronavírus depois que uma pneumonia se agravou e ele deu entrada na emergência do hospital, em 31 de março. Dois dias depois, ele já estava em coma induzido, dependendo de um respirador e de uma máquina de Ecmo (oxigenação por membrana extracorpórea, técnica usada para fornecer suporte de oxigênio ao coração e aos pulmões em pacientes nos quais estes órgãos estão com a função muito prejudicada).

VEJA TAMBÉM: 
Covid-19: Brasil registra 614 mortes em 24h; total de óbitos ultrapassa 87 mil
COVID-19: Novo 'bafômetro' é capaz de detectar o coronavírus em apenas um minuto
A irredutibilidade de vencimentos do servidor e o direito adquirido
DINHEIRO: Quais as diferenças entre salário, vencimento, remuneração e provento?
Municípios receberão até R$ 500 milhões por desempenho nos serviços da AP
Câmara aprova auxílio de R$ 16 bilhões para estados e municípios na pandemia
Caixa divulga orientação para desbloqueio de contas
Médicos brasileiros salvam menino venezuelano com tumor raro no rosto 
Homem de Ferro e Aranha Jr. parabenizam menino que salvou irmã de um cachorro 

Durante o tratamento, Nick apresentou complicações com coágulos de sangue e precisou amputar a perna direita. Na época, uma vaquinha levantada por amigos do ator para ajudar sua esposa a arcar com as contas médicas arrecadou mais de R$ 2 milhões. O dinheiro também foi usado na adaptação da casa do casal, que havia se mudado recentemente para Los Angeles, onde Nick estrelava o musical ''Rock of ages''.

Em maio, Amanda usou as redes sociais para comunicar que Nick havia acordado do coma, mas estava fraco. Já em junho a influencer revelou que médicos a orientaram a se despedir do marido e ''rezar por um milagre''. Na última semana, Amanda agradeceu aos profissionais que cuidaram de Nick: ''Eu sento no hospital e vejo as enfermeiras olharem cada máquina, corrigindo todas suas linhas, observando seus níveis, virando-o, dando banho nele, vestindo-o, dando remédios... E elas ainda me perguntam se eu preciso de alguma coisa, água ou biscoitos. Eles são incríveis e eu sempre serei grata'', contou no Instagram.

Nick Cordero ficou conhecido por estrelar espetáculos da Broadway e participar das séries ''Law & order" e ''Blue bloods''.

Fonte:  Extra




Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 


Postar um comentário

0 Comentários