Header Ads


Psicóloga rebate declaração de Moro sobre lealdade: “Serviu sim, ao seu EGO”

    “Não temos evidência, mas houve uma mudança brutal na taxa de mortalidade”. —  Foto/Reprodução


Psicóloga rebate declaração de Moro sobre lealdade: “Serviu sim, ao seu EGO”
Fonte: Tribuna de Brasília, Will R. Filho. —  Publicado no  CN em 22.maio.2020.   

Coronavírus - A psicóloga e escritora Marisa Lobo, presidente do Avante no estado do Paraná, utilizou a sua rede social para rebater uma declaração feita pelo ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Em uma entrevista para a revista americana Times, Sérgio Moro procurou justificar a sua saída do governo Jair Bolsonaro.

“Não era minha intenção prejudicar o governo”, disse ele. “Mas eu não me sentiria confortável com minha consciência sem explicar por que estava saindo”, destacou o ex-ministro.

Em dada ocasião, Moro também afirmou que não entrou “no Governo para servir a um mestre. Entrei para servir ao País, à Lei.” Para Marisa Lobo, o ex-ministro na verdade serviu a si mesmo.



“Como poderia servir um pais sendo insubordinado a sua liderança?”, questionou a psicóloga.

Quando servimos a pátria, não causamos o caos para massagear nosso Ego. Não existe corrupção no governo Jair Bolsonaro, mas o senhor queria produzir uma dúvida, dividir para enganar a opinião pública. Serviu sim, seu EGO.”

Veja também:
A China deveria financiar um Plano Marshall para ajudar todo mundo que foi atingido 
Abuso? Câmara aprova plano de saúde vitalício para ex-deputados em plena pandemia 
UTI de hospital no Piauí fica vazia após tratamento com hidroxicloroquina  
Barroso nega crise entre Judiciário e Executivo e afasta risco de golpe 
Curada, 1ª agente de saúde indígena com Covid ajuda seu povo em área crítica no AM
UOL: Enfermeira alega 'calor' e usa apenas lingerie por baixo de EPI em hospital 
+“General Pazuello vai ficar por muito tempo na Saúde”, diz Bolsonaro
PT e outros 6 partidos entram com pedido de impeachment de Jair Bolsonaro 
Bonner denuncia que CPF de filho foi usado em fraude no auxílio emergencial
Médicos Sem Fronteiras abre centro de tratamento de COVID-19 no Haiti
IRREGULARIDADE: Anvisa alerta sobre falsificação de vacina contra gripe

Ainda na entrevista para a Times, Sérgio Moro fez comparou as críticas que vem enfrentando atualmente com as do passado, quando atuou como juiz na operação Lava Jato.

“Eu tenho uma consciência absolutamente clara sobre o que fiz durante a Lava Jato. Há uma tentativa de caracterizar tudo como perseguição política; para me considerar um carrasco”, disse ele.



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.