Redes Sociais

Header Ads

CORONAVÍRUS NO BRASIL: Brasil atinge 1 milhão de curados; 64,1% dos pacientes venceram a doença.

 Mesmo com problema de falta de leitos, Brasil se destaca na proporção de enfermos que se recuperaram do vírus. —  Foto/Reprodução/Reuters / Bruno Kelly.

CORONAVÍRUS NO BRASIL: Brasil atinge 1 milhão de curados; 64,1% dos pacientes venceram a doença.
Fonte: Estado de Minas, Roger Dias. —   Publicado no  CN em 06.jul.2020. 

Saúde Segundo levantamento da Universidade John Hopkins, importante marca foi estabelecida neste domingo. Ministério da Saúde apresenta dados distintos e aponta 906 mil recuperados.

Mesmo diante de um cenário cada vez desolador, o Brasil atinge uma estatística positiva acerca do coronavírus: o país contabilizou neste domingo o número de 1 milhão de pacientes recuperados da doença. De acordo com o balanço da Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos, o país sul-americano já tem 1.028.488 pessoas sem os sintomas de COVID-19, o que representa uma vitória maiúscula para os profissionais de saúde. 

No levantamento do Ministério da Saúde, essa quantidade é inferior: apenas 906.286 já estão devidamente curados, com base nos dados repassados pelas secretarias de saúde de todo o país. 


Apesar disso, os números da Universidade John Hopkins trazem uma dose de esperança a mais para quem convive com o drama de ter um familiar sob tratamento numa unidade hospitalar. Desde o primeiro caso no Brasil, registrado em 17 de março, em São Paulo, 64,1% dos pacientes venceram a guerra contra o coronavírus.

Ainda que várias cidades e estados vivam diariamente problemas de falta de leitos de Unidades de Teapia Intensiva (UTIs) e enfermarias, o país tem mostrado evolução no tratamento, graças também à competência de médicos, enfermeiras e demais servidores que trabalham diariamente nos hospitais.

VEJA TAMBÉM: 
Saiba como estão os planos de retomada econômica em cada estado 
TECNOLOGIA NA SAÚDE: O celeiro das vacinas
Maiores bancos do Canadá unem-se a boicote contra anúncios no Facebook
O amor acabou, o orgulho ferido ficou
Falsos Agentes de Saúde estão tentando aplicar golpes na população
Estudo aponta igrejas brasileiras passaram a ajudar necessitados durante a crise
Polícia Federal faz nova operação contra pedofilia em internet
Mendigo encontrou a carteira de um milionário, devolveu e ganha uma casa e trabalho
Colegas se unem e ajudam mãe e 5 filhos que dormiam no chão 
Desabamento em mina mata mais de 100 trabalhadores em Mianmar

Tudo isso ocorre em meio à polêmica da liberação da cloroquina para o tratamento em pacientes com quadro menos grave. O uso do medicamento - usado para tratar casos de lupos, malária, artrite e artrose - foi o responsável por gerar uma crise no governo entre o presidente Jair Bolsonaro e seus ministros da saúde. Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich foram desligados da pasta depois de vetarem a presença do remédio, que podem trazer efeitos colaterais como sérios problemas cardíacos.

Destaque no mundo  
Em todo o mundo, o Brasil já é a nação com o maior número de recuperados. Com cerca de 2,8 milhões de casos, os Estados Unidos chegaram a 894.325 pacientes que venceram a doença, com apenas 31,3% de êxito nos tratamentos. A exemplo do Brasil, o país governado por Donald Trump não consegue controlar a taxa de transmissão da doença e já contabilizou quase 130 mil mortes.

O levantamento da Universidade John Hopkins demonstra que a Rússia é outro país que obtém sucesso no tratamento dos pacientes de coronavírus. Dos 680.283 indivíduos que conviveram com o vírus, quase 450 mil superaram o drama, o que corresponde a 66,1% dos enfermos - foram 10.145 mortes. Na India, esse índice é de 60%: 409 mil pessoas que contraíram a COVID-19 tiveram vitória na luta num total de 673.165 casos. O país asiático registrou 19.268 óbitos.

Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 


Postar um comentário

0 Comentários