Redes Sociais

Header Ads

Igrejas são confiscadas pelo governo do Cazaquistão

Bandeira do Cazaquistão—  Foto/Reprodução.

Igrejas são confiscadas pelo governo do Cazaquistão  
Publicado no Conexão Notícia em 09.ago.2020.  

Mundo Cristão CAZAQUISTÃO – As autoridades administrativas da capital do Cazaquistão, Nursultan, ordenaram o confisco das igrejas Grace Presbyterian Church e Agape Pentecostal Church para a construção de uma escola infantil no local.

Os locais de culto estão no mesmo terreno. Porém, os responsáveis pela decisão se recusaram a dar mais explicações sobre o motivo da área ser a escolhida e por que o valor de indenização a ser pago era menor do que o valor do terreno.

Na mesma região, havia outros dois edifícios disponíveis e adequados para a demanda.  O pastor da igreja Agape explicou que a decisão dos governantes locais foi um choque para ele: “A partir de 2002, sonhamos em ter um prédio próprio e começamos a construí-lo. E então isso. Foi inesperado”.

Em resposta às autoridades, os líderes da igreja presbiteriana estão contestando a decisão judicial que favorece o Departamento de Política de Construção e Residencial.

VEJA TAMBÉM:
Igreja Batista tem 14 mortos após ataque na Nigéria
EUA: Billy Graham ganhará homenagem no Capitólio
+`Não perdi nenhum paciente´, diz médica que usa hidroxicloroquina contra a Covid-19
Pastor preso por dizer que orações podem curar leva prisioneiros à fé em Cristo
Tishá BeAv – A destruição dos templos de Jerusalém 
Malafaia sai em defesa de Cassiane: “Mulher de Deus, tem história linda na igreja” 
Testemuno/Depoimento: “Senti Deus entrar na UTI”, diz pastor curado de coronavírus
Midian Lima lança clipe da canção O Preço foi de Sangue
Cassiane sobre agressão: “Sou a favor da denúncia.
Sarah Farias escreve carta para Deus

Perseguição antiga – Em 2014, o pastor Bakhytzhan Kashkumbayev, que liderava a Grace Church, foi condenado a quatro anos de prisão por pregar sobre Cristo.

Ele também foi acusado falsamente de servir um chá alucinógeno durante a santa ceia e de promover o extremismo religioso.

O líder passou nove meses em detenção, mas cumpriu o restante da pena em liberdade.

Fonte: Portas Abertas

Postar um comentário

0 Comentários