Header Ads


VIDA CRISTÃ - QUEM FORAM OS GIGANTES? Os manuscritos do Mar Morto nos revelam os segredos dos Nefilins!

       A versão LXX traduz “nefilim” por “gigantes”, palavra cuja grafia é exatamente igual em Português.  —  Foto/Reprodução.
 
VIDA CRISTÃ -  QUEM FORAM OS GIGANTES? Os manuscritos do Mar Morto nos revelam os segredos dos Nefilins!
Publicado no Conexão Notícia em  em  23.junho.2022.         

Grupo no WhatsApp Quem foram os Gigantes da Bíblia? Hoje vamos descobrir o Livro dos Gigantes, um pergaminho apócrifo encontrado entre os manuscritos do Mar Morto!
-
-
E vamos entender melhor quem eram os Nefilins e como eles surgiram.

Enaquins (em hebraico: עֲנָקִים; romaniz.: 'Ǎnāqîm, lit. 'comprimento de pescoço e estatura') se referem normalmente aos filhos de Enaque. Eles eram poderosos guerreiros da Antiguidade que habitavam as regiões montanhosas da Mesopotâmia. A Bíblia se refere a eles como gigantes e poderosos.

Quem são os gigantes de Gênesis 6:4? E os “filhos de Deus?”

DILÚVIO
Naqueles dias os seres humanos eram de grande estatura. Por regra geral, os antediluvianos estavam dotados de grande vigor físico e mental. 

“Ora, naquele tempo havia gigantes na terra e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos, estes foram valentes, varões de renome, na antiguidade” (Gênesis 6:4). Alguns comentaristas ensinam que os “gigantes” de Gênesis 6:4 são o resultado da união de mulheres com anjos. Baseiam-se no verso 2, onde existe a expressão “filhos de Deus”, que eles atribuem referir-se aos anjos e também citam o verso 1 do capitulo dois de Jó para provarem seu ensino. Vejamos o que a Bíblia diz sobre isto.

-
-
Gigantes (hebraico nefilim) – Estes gigantes não foram o produto de uniões matrimoniais mistas, como é sugerido por alguns. A versão LXX traduz “nefilim” por “gigantes”, palavra cuja grafia é exatamente igual em Português. Em Números 13:33, os Israelitas informaram que se sentiam como meros gafanhotos em comparação com os “nefilim” que a Versão Revista e Atualizada (RA) traduz por “gigantes”. Há razões para crer que esta palavra hebraica pode provir da raiz “nafal”, e que os “nefilim” (gigantes) eram “violentos” e terroristas, mas gigantes devido ao seu físico. No livro: Patriarcas e Profetas, nós lemos:

Naqueles dias os seres humanos eram de grande estatura. Por regra geral, os antediluvianos estavam dotados de grande vigor físico e mental. Esses indivíduos, renomados por sua sabedoria e habilidade, persistentemente consagravam suas faculdades intelectuais e físicas para complacência de seu próprio orgulho e prazeres e na opressão de seus próximos (Patriarcas e Profetas, p. 67, 70,78).

       Os “nefilim” são “gigantes.”  —  Foto/Reprodução.

Filhos de Deus – Esta frase tem sido interpretada de diversas maneiras. Alguns antigos comentaristas judeus, os primeiros pais da Igreja e muitos expositores modernos têm pensado que estes “filhos” foram anjos, e os compararam com os “filhos de Deus” de Jó 1:6; 2:1; 38:7. Deve-se repelir este ponto de vista, porque o castigo que de pronto sobreviria se deve aos pecados de seres humanos (ver verso 3) e não de anjos. Ademais, os anjos não se casam (Mateus 22:30).
-
-
Os “filhos de Deus” não foram outros senão os descendentes de Sete, e as “filhas dos homens” as descendentes de Caim, (cainitas ímpios). Posteriormente Deus falou de Israel como sendo seu “primogênito” (Êxodo 4:22), e Moisés disse aos Israelitas: “Filhos sois do Senhor, vosso Deus” (Deuteronômio 14:1).


Pela graça divina a adoção no reino de Deus não se restringe à uma etnia, povo ou nação, mas está amplamente disponível para todas as pessoas, aos que creem em Jesus, a partir de uma entrega total da vida e reconhecimento da soberania divina (João 1:12). Em Cristo somos dignos de sermos chamados “filhos e filhas de Deus”. Portanto, tal ensinamento (anjos unindo-se com mulheres) é espúrio à Bíblia e toda doutrina que não está em conformidade com o Sagrado Livro é falsa e não merece crédito.

O termo “Filhos de Deus” na Bíblia refere-se aos anjos e também aos homens; vai depender do contexto do verso. No caso de Gênesis 6:4, refere-se aos descendentes de Sete, um homem justo e já no livro de Jó, refere-se aos anjos. Deus não deu aos anjos a capacidade de reprodução, portanto, em hipótese alguma poderiam ser eles os “filhos de Deus” que possuíram as “filhas dos homens.”
-
-
Confira o vídeo de Israel com Aline:


CN - CONEXÃO NOTÍCIA
O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Veja como doar aqui!

-
-
       Dennis Quaid durante o Festival de Toronto.    —  Imagem: Gordon Correll / Flickr.
 
Ator diz que havia começado a escrever a música “On My Way To Heaven” anos atrás, mas só conseguiu concluir quando estava filmando “I Can Only Imagine” (“Eu só posso imaginar”, versão em português). Leia a matéria completa, aqui!

-
-
Sobrevivente do Holocausto falava sobre Jesus no campo de concentração

        Anita Dittman conheceu Jesus aos 7 anos e sobreviveu ao Holocausto.     —  Foto: CBN News.
 
A judia Anita Dittman conheceu Jesus aos 7 anos e foi levada aos campos de concentração. Lá, ela conheceu outros que seguiam Cristo. Leia a matéria completa, aqui!
-
-
Tecnologia do Blogger.