Redes Sociais

Header Ads

Bolsonaro analisa três nomes e prevê evangélico para STF

 Live da Semana com Presidente Jair /Bolsonaro. —  Foto/Reprodução.  


Bolsonaro analisa três nomes e prevê evangélico para STF
Fonte:  Agência Brasil  —  Publicado no  CN em 30.maio.2020. 


STF Presidente deve indicar duas vagas durante seu mandato.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que indicará um jurista evangélico para uma das vagas que serão abertas para o Supremo Tribunal Federal, neste ano e no ano que vem. A declaração foi dada na quinta-feira (28), durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais. No momento em que falou sobre o assunto, o presidente respondia, ao vivo, a pergunta de um jornalista da rádio Jovem Pan e falou que analisa três nomes no momento. 

“Eu costumo dizer que eu tenho três nomes, que eu não vou revelar, que eu namoro para indicar para o Supremo Tribunal Federal. Um vai ser evangélico, é um compromisso que eu tenho com a bancada evangélica. Pessoal critica, não tem nada a ver. Se é católico, cristão, evangélico, candomblecista, ateu, não interessa. Tem que ter conhecimento e desenvolver seu papel lá, mas uma pitada de religiosidade, de cristianismo, no meu entender, é muito bem-vinda”, afirmou. 

Perguntado sobre a eventual indicação do atual procurador-geral da República, Augusto Aras, o presidente disse que esse nome não está previsto para as próximas duas vagas, mas que é um “forte” candidato para uma eventual terceira vaga, que não está prevista nos próximos três anos. 

VEJA TAMBÉM:
Governo de Pernambuco anuncia plano de reabertura das atividades econômicas
Cão espera dono em hospital por quase 3 meses; homem morreu da Covid-19 no 5º dia
Crise ameaça pagamento da 1ª parcela do 13º de servidores
Ministro da Educação se mantém em silêncio em depoimento à PF
O luxuoso carro de 380 mil reais que só Roberto Carlos e Chitãozinho e Xororó tinham 
Justiça atropela Crivella e suspende decreto que libera a abertura de templos religiosos
Ministro Celso de Mello rejeita "notitia criminis" contra o ex-ministro Sérgio Moro
Obesidade pode está relacionada a morte de jovens com covid-19, diz MS 
Brasil registra mais de 700 mil casos de dengue e alto risco para Chikungunya

“O senhor Augusto Aras, nessas duas vagas, não está previsto o nome dele. (…) Se aparecer uma terceira vaga, eu espero que ninguém ali [no STF] desapareça, o Augusto Aras entra fortemente na terceira vaga aí”, disse.  

A próxima vaga será aberta com a aposentadoria compulsória do ministro Celso de Mello, no final deste ano. Já em 2021, será a vez da aposentadoria do ministro Marco Aurélio. Pela Constituição Federal, cabe ao presidente da República indicar o nome quando há uma vaga aberta para o STF. Em seguida, a indicação precisa ser analisada e aprovada pelo Senado Federal.  

 

Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários