Redes Sociais

Header Ads

Gilberto Dimenstein morre após luta contra o câncer

Gilberto Dimenstein morre aos 63 anos. —  Foto/Reprodução.  


Gilberto Dimenstein morre após luta contra o câncer
Fonte:  Pleno News, Rafael Ramos—  Publicado no  CN em 29.maio.2020. 

Brasil  -  Jornalista atuou na CBN e Folha e foi fundador do site Catraca Livre.

Fundador do site Catraca Livre, o escritor e jornalista Gilberto Dimenstein morreu, nesta sexta-feira (29), em decorrência de um câncer de pâncreas. Aos 63 anos, Gilberto foi comentarista da CBN e diretor da Folha de S. Paulo, na sucursal de Brasília, e correspondente internacional em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

No exterior, ele desenvolveu o projeto de Comunicação para a Cidadania, a convite da Universidade Harvard, em Cambridge. Com mais mais de 40 anos de carreira, o jornalista passou pelo O Globo, Jornal do Brasil, Correio Braziliense, Última Hora e revistas, como a Veja.


Reconhecido por se dedicar aos temas sociais, Gilberto recebeu uma bolsa de estudos da MacArthur Foundation para investigar a violência e prostituição da criança na Amazônia. A reportagem deu origem ao livro Meninas da Noite – A Prostituição de Meninas Escravas no Brasil, lançado em 1992.

VEJA TAMBÉM:
Deputado Daniel Silveira enfrenta Alexandre de Moraes: ‘Inquisidor, boçal, pueril!
Faculdade argentina cancela palestra de Moro após críticas nas redes sociais
Bolsonaro diz que PF não obedecerá nenhuma ordem ilegal de Moraes e Celso de Melo
Ministros revogam portaria de Moro e Mandetta que ameaçava direitos fundamentais
Ives Gandra: “não encontrei na constituição nada que justifique um ministro do STF..."
Prefeitura de BH alerta para golpe: falsos enfermeiros oferecendo testes para Covid-19 
Ministro da Justiça entra com HC em favor de investigados
+“Só Deus sabe o que passei”, diz Sikêra Jr. após se recuperar da Covid-19
Deputados bolsonaristas pedem impeachment de Moraes depois de operação 
EMOCIONANTE: Idosa desempregada acha R$ 1.140 e vai a pé devolver

Em seu currículo ainda constam a criação da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi) e a ONG Cidade Escola Aprendiz, onde se desenvolve o programa Bairro-Escola, replicado com apoio do Unicef e Unesco em vários estados e cidades do país.

A morte do jornalista foi lamentada pelo governador de São Paulo, João Doria, que disse que “o jornalismo e a sociedade perdem um olhar humanista e solidário”.




Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários