Redes Sociais

Header Ads

Israel emprestará € 200 milhões à Autoridade Palestina

  Amir Naji, um palestino de 18 anos liberado de uma prisão israelense, em Ramallah, na Cisjordânia ocupada, em 14 de abril de 2020. —  Foto/Reprodução.


Israel emprestará € 200 milhões à Autoridade Palestina
Fonte:  IstoÉ Dinheiro  —  Publicado no CN - Conexão Notícia em 12.maio.2020.   

Dinheiro 

Israel transferirá 800 shekels (cerca de 210 milhões de euros) para a Autoridade Palestina para compensar a perda de sua renda causada pela crise do novo coronavírus, informou uma autoridade israelense.

Segundo o funcionário, o Ministério das Finanças da Palestina solicitou um empréstimo no mês passado e os serviços de segurança israelenses o aprovaram.

A entrega da quantia será feita em quatro parcelas a partir de junho para apoiar a economia palestina, disse a autoridade à AFP, que pediu anonimato.

Israel recolhe e transfere milhões por mês em impostos e taxas alfandegárias para os palestinos sobre produtos importados por palestinos e que transitam pelos portos de Israel. No entanto, a crise da pandemia de COVID-19 causou uma diminuição nas importações.

Veja também:
MPF pede que YouTube remova vídeos do "Apóstolo" Valdemiro Santiago 
COVID-19 chegou ao Brasil em janeiro, diz Fiocruz
Estado de Nova York começará a relaxar medidas restritivas
Partidos já vão atrás de Moro por 2022
Inglaterra substitui o slogan “fique em casa” por “fique alerta”

Desde fevereiro de 2019, Israel reteve uma parcela dos impostos dos palestinos, que alega corresponder a benefícios pagos pela Autoridade Palestina a famílias de palestinos presos ou mortos por terem cometido ataques contra Israel.

Os palestinos consideram os prisioneiros os heróis da luta contra a ocupação israelense. Israel acredita que esses benefícios incentivam a violência.

O funcionário israelense enfatizou que o empréstimo não tinha nada a ver com os fundos retidos, que, segundo ele, atualmente somam 650 milhões de shekels (cerca de 171 milhões de euros) e acrescentou que estes serão desbloqueados quando a Autoridade Palestina parar de financiar prisioneiros e suas famílias.


Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 






Postar um comentário

0 Comentários