Redes Sociais

Header Ads

Inquérito das “fake news” é baseado em depoimento de Joice, acusada de fake news e criação de perfis falsos

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) está sendo acusada de orientar a criação de perfis fakes nas redes sociais. —  Foto/Reprodução/Youtube.  


Inquérito das “fake news” é baseado em depoimento de Joice, acusada de fake news e criação de perfis falsos. 
Fonte:  Senso Incomum, Flavio Morgenstern. —  Publicado no  CN em 05.jun.2020.  


Brasília  — Segundo publicou o site "Sendo Incomum" o inquérito que está sendo usado pelo STF - Supremo Tribuna Federal para busca e apreensão de conservadores, tem como base, depoimento de parlamentar acusada de criar perfis falsos para espalhar fake news.

"O inquérito das supostas “fake news” que corre no STF, no qual o STF é tanto auto-intitulada vítima, quanto investigador e juiz, é baseado no depoimento da deputada Joice Hasselmann, acusada por ex-assessores de criar fake news a seu favor numa campanha de ódio e desinformação na internet," continua a matéria.


Capa da reportagem do site "Senso Incomum." —  Foto/Reprodução.  

Como é de conhecimento geral, a princípio, a deputada era jornalista na TV Veja e na Jovem Pan junto a Reinaldo Azevedo e Felipe Moura Brasil. Conforme a matéria em tela, ela se tornou "famosa por um processo movido por jornalistas do Paraná, que a acusaram de criar um blog de plágio."

VEJA TAMBÉM:
Bolsonaro vai fazer live com pastores em oração pelo Brasil
Pastor lidera multidão em queima de máscaras: ‘Deus não se agrada de medrosos’
Trump assina ordem executiva para promover liberdade religiosa em todo o mundo  
Cristão ex-muçulmano é incendiado na Costa do Marfim
Senado faz consulta pública sobre o limite de barulhos emitidos por igrejas
Cristãos são presos durante demolição de igreja no Egito
Moisés teve episódios de depressão por sua personalidade melancólica
Covid-19: Brasil já é o segundo com maior número de curados
El Salvador: após convocação do presidente, cristãos oram nas ruas contra a Covid-19

Após Joice Hasselmann sair dos grandes jornais, além de escrever a biografia de Sérgio Moro, anunciou a criação do “TV JHN Channel”, segundo ela, o “primeiro canal de direita do país.”

Outro argumento usado pela jornalista, quanto aos supostos conteúdos replicados em sua mídia independente era “Eu quero uma TV independente, eu quero veículo independente. Eu não vou fazer parte do sistema.”

Para encerrar a matéria, o site concluiu:

"Dedicando-se a alavancar sua imagem, pagou uma fortuna para fazer filmes “baseado em situações reais” nos quais é “sequestrada” por um marombado, recebe informações para derrubar um governador, tem dificuldade para fechar um sobretudo e diz que precisa criar uma jornalista que seja uma “Joicinha”."




Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários