Redes Sociais

Header Ads

Nova regra pode levar a extinção dos “candidatos oficiais” das igrejas

 Pastor Samuel Ferreira. —  Foto/Reprodução.

Nova regra pode levar a extinção dos “candidatos oficiais” das igrejas
Fonte: F. Gospel, Caio Rangel. —   Publicado no  CN em 18.jul.2020. 

Mundo Cristão | O ministro Edson Fachin, que compõe o TSE, propôs a inclusão do abuso de poder religioso como crime eleitoral.

Atualmente a legislação brasileira prevê o abuso de poder econômico e o abuso de poder político como crimes que podem levar um indivíduo a perder o mandato depois de eleito. Entretanto, uma nova regra está prestes a ser inclusa, e já está causando a maior polêmica: é o “abuso de poder religioso.”

Se aprovada pelo TSE, o candidato que foi beneficiado por discursos de um pastor ou padre, por exemplo, ao longo da campanha, pode sofrer um processo que pode levar a perda do mandato depois de eleito.

Na última eleição houve relatos de pastores candidatos que se reuniram com outros pastores para criar uma rede de influência nas igrejas, direcionando votos.

VEJA TAMBÉM:
Quatro milhões de meninas devem ser sexualmente mutiladas em 2020
Conheça a história de amor de Pamela
Conheça a história de amor de Elaine Martins
Conheça a história de amor de Cassiane e Jairinho
Garoto herói enfrenta cachorro, leva 90 pontos no rosto e salva irmãzinha
Menina de cinco anos fica em chamas após celular explodir
Pastor Antônio Júnior faz alerta aos cristãos que usam TikTok
Samuel, da dupla Daniel e Samuel, ganha alta da UTI após infarto
Sarah Farias lança EP com canções da live MK 10 Milhões
Gisele Nascimento lança clipe de Da Janela do Meu Quarto

O ministro Edson Fachin, que compõe o TSE, propôs a inclusão do abuso de poder religioso como crime eleitoral. Para Fachin, o nível de influência que alguns líderes religiosos exercem sobre a população acaba funcionando como fator que desequilibra as eleições.

A medida pode levar a extinção dos chamados “candidatos oficiais” de determinadas igrejas.


.

Postar um comentário

0 Comentários