Redes Sociais

Header Ads

Afiliada da Globo promove demissão em massa em SP.

Rede Vanguarda demitiu mais de 20 funcionários—  Foto/Reprodução/AFP.

Afiliada da Globo promove demissão em massa em SP. 
Publicado no Conexão Notícia em 05.ago.2020.  

Governo Rede Vanguarda dispensou mais de 20 funcionários.

Na segunda-feira (3), uma das principais emissoras afiliadas da TV Globo promoveu uma demissão em massa. A Rede Vanguarda dispensou mais de 20 funcionários que deveriam ter estabilidade prevista na Medida Provisória 936. A informação foi dada pelo site Notícias da TV.

De acordo com o veículo, os funcionários dispensados tiveram seus salários reduzidos em 25% por de três meses devido à pandemia de coronavírus. O texto da MP previa que eles voltassem a ter o salário integral e que não pudessem ser demitido pelo mesmo período. A afiliada da Globo, no entanto, decidiu demitir os funcionários e pagar indenização.

VEJA TAMBÉM: 
Bolsonaro cogitou enviar tropas para ocupar o STF e destituir os 11 ministros, diz revista 
Israel oferece ajuda humanitária para o Líbano após explosão em Beirute
Quem é o adolescente que causou ao Twitter seu maior escândalo de segurança
Coronavírus: por que a covid-19 afeta tanto os profissionais de saúde?
+`Não perdi nenhum paciente´, diz médica que usa hidroxicloroquina contra a Covid-19
Toffoli pede informações à juíza de MG antes de decidir sobre depoimento de Aécio 
TikTok: o que se sabe sobre empresa por trás do aplicativo e seu enigmático dono
DINHEIRO: Quais as diferenças entre salário, vencimento, remuneração e provento?
Municípios receberão até R$ 500 milhões por desempenho nos serviços da AP
Câmara aprova auxílio de R$ 16 bilhões para estados e municípios na pandemia

A Rede Vanguarda é de propriedade de José Bonifácio de Oliveira, o Boni, ex-diretor da Rede Globo. Ao Notícias da TV, ele explicou que as demissões já estavam previstas e disse que a lei foi respeitada.

– Nem poderia ser diferente porque o Ministério Público do Trabalho não a aceitaria. Saem agora mas recebem até o tempo determinado pela lei. Provavelmente até outubro como disposto. Confundem com a extensão do prazo que se refere aos que continuarem trabalhando com desconto, o que não é o caso deles. E ainda estendemos prazo de plano de saúde até o final do ano. E assumiremos casos de emergência – explicou.

Ainda de acordo com o site, a Rede Vanguarda justificou as demissões pela crise financeira provocada pela pandemia. 

Fonte: Pleno News 




Postar um comentário

0 Comentários