Redes Sociais

Header Ads

OMS não visita Wuhan e põe em xeque investigação sobre origem da pandemia

Reunião da OMS.  —  Foto/Reprodução.

OMS não visita Wuhan e põe em xeque investigação sobre origem da pandemia
Publicado no Conexão Notícia em 28.ago.2020.  

Agentes de Saúde Governos ocidentais questionam o compromisso da China em encontrar a fonte da doença que já matou 800 mil pessoas.

OMS
Uma equipe da Organização Mundial da Saúde encarregada de investigar as origens do coronavírus não visitou a cidade de Wuhan, onde a pandemia começou, alimentando a preocupação sobre o real compromisso da China em identificar o início do surto.

Ao jornal Financial Times, a OMS disse que a equipe estava apenas preparando as bases para uma missão internacional completa para investigar o vírus, mas também não sabia se essa força-tarefa maior visitaria Wuhan.

“A delegação da OMS ficou em Pequim por três semanas e não chegou nem perto de Wuhan”, disse um alto funcionário dos EUA à publicação.

Dave Sharma, um parlamentar do governo australiano, disse: “A comunidade internacional está certa em ter sérias preocupações sobre o rigor e a independência da resposta inicial da OMS a esta pandemia e seu aparente desejo de evitar ofender a China”.

VEJA TAMBÉM:
Pazuello deve permanecer por tempo indeterminado no Ministério da Saúde
6 governadores do Rio foram afastados ou presos nos últimos 4 anos
Falso Negativo: STJ mantém prisão de Secretário de Saúde  de Brasília
Covid-19: Corpo de agente de saúde foi trocado e enterrado por outro em MT
Rio Grande do Norte: Diretoria sindical estadual dos ACS/ACE toma posse
PE: articulação busca garantir 14º, Insalubridade, PQA-VS, EPIs e demais direitos
Bahia: Nota de Pesar pelo falecimento do Agente de Saúde Carlos Roberto Alves Santos
Gestão pública debate papel do agente comunitário de saúde no combate à Covid-19
2,9 milhões cancelam adesão e sindicatos perdem força
SC: Governo garante R$ 20 milhões para os consórcios intermunicipais de Saúde

“Se esta alegação for comprovada, é mais um incidente preocupante da OMS – que é responsável por salvaguardar a saúde pública global – colocando as sensibilidades políticas de um Estado membro acima dos interesses de saúde pública do mundo, nos estágios iniciais críticos desta pandemia . Todos nós estamos arcando com os custos imensos de tal política.

Em maio, o presidente Donald Trump encerrou os laços dos Estados Unidos com a OMS , que ele disse estar sob o “controle total” de Pequim.

O Ministério das Relações Exteriores da China disse nesta quarta-feira, 26, que as preocupações sobre a credibilidade do inquérito eram “totalmente injustificadas”. 

Revista Oeste





 


Atenção! 

*Para nos informar casos de óbitos entre ACS/ACE, use esse formulário online, aqui!
*Para acessar o Monitoramento sobre a Covid-19 entre a categoria, acesse aqui!



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 


Postar um comentário

0 Comentários