Redes Sociais

Header Ads

Guerra entre Marília Arraes e João Campos leva Justiça a fazer diligências em igrejas

Panfletos dizem ainda que a neta de Miguel Arraes tirou a bíblia da Câmara Municipal de Recife  —  Foto/Reprodução.

Guerra entre Marília Arraes e João Campos leva Justiça a fazer diligências em igrejas
Publicado no Conexão Notícia em 25.nov.2020.  

Agentes de Saúde O TRE de Pernambuco determinou ao candidato do PSB à prefeitura do Recife, João Campos, que pare de distribuir material gráfico em que sua prima, a candidata do PT Marília Arraes, é associada a temas como ideologia de gênero, aborto e legalização das drogas.

Os panfletos dizem ainda que a neta de Miguel Arraes tirou a bíblia da Câmara Municipal quando foi vereadora e que ela “pertence ao PT que persegue os cristãos de todo Brasil”. A pena é de R$ 2 mil por ato de descumprimento.


A decisão do TRE determina, ainda, que os fiscais da propaganda façam diligências junto à igreja Assembleia de Deus no bairro da Torre, onde foi flagrada a distribuição dos panfletos, bem como em outras igrejas evangélicas situadas no entorno, no horário do início ou do término do culto, para averiguar se há distribuição de material e, em caso afirmativo, aprendê-lo.

Por Amanda Almeida
Sérgio Bernardo  | JC Imagem/ Agência O Globo

   Conteúdo relacionado:  
Mosquitos e caramujos são os animais que mais causam mortes em humanos no mundo

 

Postar um comentário

0 Comentários