Header Ads


Muçulmana tem experiência com Deus após terminar relacionamento: “Quero viver para Jesus”

      Reema.  —  Foto/Reprodução/Be Still/YouTube.
 
Muçulmana tem experiência com Deus após terminar relacionamento: “Quero viver para Jesus”.
Publicado no Conexão Notícia em 28.junho.2024. Atualizado em 10.julho.2024.

Grupo no WhatsApp Em um culto, Reema sentiu o amor de Deus preencher e curar seu coração.

Reema* cresceu em uma família muçulmana que não acreditava que Jesus Cristo é o filho de Deus. “Ele era especial e fez grandes coisas, mas Ele não é Deus, Ele foi um humano”, disse ela em no canal “Be Still”, no YouTube.

Aos 13 anos, Reema se mudou para a Arábia Saudita com a família. Na juventude, ela conheceu um rapaz com quem se relacionou e cometeu pecados sexuais. Quando a família descobriu, eles a trancaram em casa por algumas semanas e monitoraram suas atividades, com o objetivo dela não manter contato com o namorado.

Tempo depois, a família se mudou novamente e deixou a Arábia Saudita. No entanto, Reema prometeu ao namorado que iria manter o relacionamento à distância.

“O relacionamento tinha sido cheio de pecado mental, físico e emocional. Mas na época, eu estava completamente cega por essa ideia de apenas estar com alguém. Isso veio do que eu assistia no canal Disney ou do que eu lia em livros”, relatou ela.
-
-
Mesmo depois do namorado ter terminado com ela, Reema o perseguiu e fez uma oração:

Apenas espere e veja. Mesmo que você não queira isso para mim, eu tenho o poder para fazer isso funcionar sozinha”.

Durante sete anos, ela viveu com um sentimento de solidão, lidando com um relacionamento pecaminoso e infrutífero, no qual só ela acreditava.

“Aos 20 anos comecei a sentir que minha alma precisava de ajuda. Eu senti que não havia saída”, contou a jovem.

Encontro com Jesus

Reema buscou preencher seu vazio através das mídias sociais, bebidas e outras drogas lícitas. Um dia, ela fez amizade com uma cristã que a convidou para ir à igreja. 

“Fiquei curiosa para saber como realmente era uma igreja. Foi tão estranho porque se você louvar a Alá com música alta, é desrespeitoso”, explicou Reema.
-
-
Durante dois meses, ela frequentou a igreja e ouviu sobre Jesus. Durante uma pregação, a jovem sentiu que o pastor estava falando diretamente com ela.

“Se você sente que perdeu sete anos de sua vida, não se preocupe, venha a Deus e Ele acrescentará esses anos de volta à sua vida”, disse ela.

“Quando ele disse que Deus poderia me devolver os sete anos da minha vida que eu errei, fiquei absolutamente descrente”, contou ela. 

E continuou: “Eu estava tentando compreender o quão grande é o amor de Deus. Naquele momento, senti a presença dele e comecei a chorar porque foi a primeira vez que experimentei o amor de Deus”

Quando chegou em casa, ela dormiu e acordou diferente: “Nunca me senti tão feliz nos últimos sete anos. Desci e foi como se estivesse vendo minha mãe e meu irmão mais novo pela primeira vez. Seus rostos pareciam diferentes, tudo parecia diferente”. 

“Eu não tinha ideia do que estava acontecendo. Foi tão bonito. Ele me salvou antes mesmo de eu conhecê-Lo. Quero viver para Jesus”, concluiu.

*Nome alterado por motivos de segurança

-
-
As informações são do GiUiIiAiMiE, COM INFORMAÇÕES DE GOD REPORTS.

Edição Geral: CN.

Publicação
CN - Conexão Notícia - www.cnoticia.com.br.

****************************************************
Cética, estudou a Bíblia para rebater namorado, mas acabou sendo alcançada por Jesus.
      Karen Kingsbury.  —  Foto/Reprodução/Karen Kingsbury.
 
Publicado no Conexão Notícia em 06.fevereiro.2023.  Atualizado em 23.abril.2024.       

Grupo no WhatsApp Karen Kingsbury leu a Bíblia para contradizê-la, no entanto, ouviu Deus a chamando.

A romancista cristã Karen Kingsbury tem inspirado leitores durante décadas, vendendo dezenas de milhões de exemplares de seus célebres livros, e contando histórias poderosas através de filmes e programas.

Ao contar sua jornada de fé, Kingsbury explicou como ela cresceu sem frequentar a igreja ou se envolver com as Escrituras.

No entanto, as coisas mudaram quando Kingsbury conheceu Don Russell enquanto trabalhava. Ela ficou imediatamente intrigada, lembrando como ele era um cara muito correto e que não festejava, algo que ela achou bastante raro na época.

Sendo assim, depois que eles se conheceram e conversaram, Russell fez a ela uma pergunta surpreendente, pedindo se poderia levar uma Bíblia para ler em seus encontros, Kingsbury descreveu aquela pergunta como “a coisa mais louca que já ouviu”.
-
-
Desta forma, ela concordou relutantemente e ouviu a leitura de forma bastante desinteressada. Nos meses seguintes, Russell continuou trazendo aquela Bíblia e iniciando conversas espirituais com Kingsbury, mas sua resposta permaneceu bastante tépida. Ela agora acredita que esta inépcia era a convicção do Espírito Santo.

Nesse sentido, em uma tarde quando eles estavam do lado de fora do carro olhando para a Bíblia, ela pegou a Bíblia e a jogou no chão, e a encadernação realmente se dividiu. Ambos ficaram congelados após o acontecido, ee então Russell pegou os pedaços de sua Bíblia e foi embora.

“Eu pensei: ‘Sabe, vou provar a ele que minha maneira de pensar feita pelo homem, minha maneira de viver era a maneira certa. Então, eu pensei: ‘Preciso ir buscar uma Bíblia para poder discutir com ele e debater isto. Preciso entender o que é isso”, disse.

De acordo com Faith Wire, Kingsbury foi a uma livraria cristã, comprou uma Bíblia, e mergulhou. O que ela descobriu enviou ondas de choque através de seu coração e mente.

Eu comecei a ler, e estava falando diretamente ao meu coração. E eu podia ouvir Deus dizer: ‘Karen, você tem uma escolha’. Esta é uma encruzilhada em sua vida. Você pode se agarrar a seus caminhos feitos pelo homem, e pode se desfazer com eles, ou pode se agarrar à minha palavra e nunca se desprender”, conta.


Por fim, Kingsbury escolheu agarrar-se ao Senhor, Russell perdoou-a e eles estão casados há 35 anos. Ela afirma que Jesus é tudo para eles e que tudo o que fazem está ancorado nas Escrituras.

Gospel Prime. 
-
-
CN - Conexão Notícia.
O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Compartilhe as nossas notícias em suas redes sociais!

Tecnologia do Blogger.