Redes Sociais

Header Ads

+Pais de menina morta em ‘brincadeira’ fazem alerta

Pais de menina morta em ‘brincadeira’ fizeram alerta Foto: Reprodução/Inter TV

Pais de menina morta em ‘brincadeira’ fazem alerta
Por Ana Luiza Menezes 

“Pedimos aos adolescentes que não brinquem disso", disseram Manoel da Costa e Maria Rita

A filha de Manoel da Costa e Maria Rita, Emanuele Medeiros, morreu aos 16 anos após participar de uma brincadeira conhecida como roleta-russa humana. Embora o caso tenha acontecido no ano passado, o casal concedeu uma entrevista, na quarta-feira (19), ao portal G1 sobre o perigo dos desafios praticados pelos adolescentes.

Manoel e Rita falaram também sobre o recente “desafio da rasteira”, que se tornou popular entre vários estudantes após viralizar nas redes sociais. Eles deixaram um alerta para que os estudantes não copiem tendências perigosas.
– Pedimos aos adolescentes que não participem dessa brincadeira, não brinquem disso. Isso pode matar – alertaram.

Os dois comentaram a saudade que sentem da menina, que faleceu após ter sofrido traumatismo craniano. Emanuele bateu a cabeça no chão ao dar uma cambalhota sob assistência de outras duas participantes da roleta-russa humana.

– Ela me ajudava muito. O coração tá apertado, muita tristeza – disse a mãe.

O aumento de casos de pessoas feridas e mortas em função de desafios e “brincadeiras” fez com que a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) emitisse um comunicado de utilidade pública. Segundo a entidade, os participantes podem sofrer “lesões irreversíveis ao crânio e encéfalo, além de danos à coluna vertebral”.

Colégios cristãos também decidiram se posicionar contra o desafio. Eles lançaram vídeos em suas redes sociais para alertar os jovens dos perigos das “pegadinhas”. Uma das instituições que se posicionou contra o desafio da rasteira foi o Colégio Batista de Varginha, que lançou uma campanha na última quarta-feira (12). Em um vídeo, alunos do 9º da escola falaram sobre os riscos que a “brincadeira” traz.

Outra instituição de ensino que se posicionou contra o desafio foi o Colégio Adventista de Vitória. Um vídeo lançado pela escola no YouTube mostra alunos se manifestando contra a “brincadeira”. A Escola Vida Nova, de Joinville, Santa Catarina, também foi outra que se posicionou contra a prática, em suas redes sociais.

Em Destaque:
Atleta cristão se casa virgem com ex-Miss Universo
Elaine Martins faz festa de aniversário para os dois filhos
Bebê nasce com cara de ‘brava’ e foto viraliza na internet
Os 8 Sintomas de Problemas nos Rins
Japoneses podem ser classificados como grupo de povos não alcançados 
Ataque a igreja mata 20 e fere 15 cristãos em Burkina Faso
Norte-coreana se arrisca e viaja por muitas horas para ser batizada
Moradores fazem clamor diante de alagamentos, em Palmas
Igrejas cristãs voltam a ser incendiadas no Sudão do Sul

Fonte: 
Pleno News / Conexão Notícia, Publicado em 20/02/2020.


Postar um comentário

0 Comentários