Header Ads

Mais um agente de saúde é agredido enquanto trabalha em barreira sanitária.

  Agentes de Saúde aferem a temperatura das pessoas nos veículso —  Foto/Reprodução


Mais um agente de saúde é agredido enquanto trabalha em barreira sanitária. 
Fonte:  Com informações de Mídia Bahia —  Publicado no CN - Conexão Notícia em 20.maio.2020.   

Agentes de Saúde  As barreiras sanitárias têm representado um sério problema aos agentes de saúde. Agressão e contaminação são duas ameaças comuns nesses locais.

Um agente de de saúde (ACE - agente de combate às endemias), ligado à Secretaria Municipal da Saúde de Gandu (BA), foi agredido durante trabalho de fiscalização pelo dono de uma empresa de transporte alternativo. O servidor público foi atacado enquanto média a temperatura corporal de motoristas, que passavam pela barreira, instalada na entrada principal da cidade.

Segundo testemunhas, a agressão se deu após o empresário tentar passar pela barreira sem a medição de sua temperatura, o que não é permitido.

Ainda de acordo com informações, o homem envolvido na agressão, já vinha se queixando de medidas tomadas pela prefeitura em relação a entrada de veículos no município, já que ele tem uma empresa de transporte que regularmente faz viagens entre São Paulo e a Bahia.

O servidor agredido prestou queixa e o empresário foi ouvido no final da tarde de ontem.


Em nota, o Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate às Endemias – SINDACSE/Gandu, repudiou a agressão e informou que todas as medidas seriam tomadas, junto à polícia e prefeitura de Gandu. A nota também foi endossada por membros da APLB/Gandu.

Veja também:
CNN: Covid-19 poderá fazer estados atrasarem salários de servidores até o fim do ano 
O coronavírus e a ilusão do isolamento 
Combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes 
Bispo italiano: “6 milhões de abortos também são uma pandemia!”  
UNA-SUS lança o primeiro de uma série de cursos para o enfrentamento da COVID-19
Cursos gratuitos com certificados: São três micro cursos, com conteúdo 100% online
Prefeito abre processo administrativo contra 18 agentes comunitários de saúde 
Limão com bicarbonato não cura covid-19 e pode fazer mal à saúde 
Pesquisadora de Havard aponta ACS/ACE como Solução no combate ao Coronavírus
Enfermeiro se recupera da Covid e volta ao trabalho
Esquecidos: Agentes de Saúde são peças fundamentais no combate ao Coronavírus
COVARDIA: Agente de saúde é derrubada da moto, agredida e ameaçada 

O prefeito Leonardo Cardoso, ainda não se manifestou sobre o ocorrido. Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela continua a ser crime, conforme previsão do art. 331 do Código Penal.  

A agressão de agentes de saúde (ACS ou ACE) se tornou algo recorrente nas barreiras sanitárias. Outro fato recorrente, também é o posicionamento omisso das prefeituras, que obriga os agentes de saúde para trabalhar e nem mesmo se manifesta ou se posiciona nestes casos. 

A agressão ocorreu na tarde de sexta-feira, (15).

Sobre os casos de agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, contaminados por Covid-19, acompanhe o monitoramento, aqui!




Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.