Redes Sociais

Header Ads

Enfermeira de BH consegue afastamento em função da COVID-19

    Funcionária do Hospital Maria Amélia Lins teve condição de vulnerabilidade reconhecida por juiz e não precisa comparecer ao local. —  Foto/Reprodução


Enfermeira de BH consegue afastamento em função da COVID-19
Fonte: Portal Estado de Minas. —  Publicado no  CN em 25.maio.2020.   

Coronavírus - Justiça concedeu liminar a funcionária de hospital da rede Fhemig, que alegou ser do grupo de risco alvo do novo coronavírus.

Uma enfermeira de Belo Horizonte garantiu afastamento das atividades no hospital em que trabalha por meio de decisão provisória da Justiça em função da pandemia de COVID-19. A profissional, que trabalha no Hospital Maria Amélia Lins, integrante da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), alegou ser portadora de asma e, portanto, mais suscetível às complicações caso seja contaminada pelo novo coronavírus.

Ela alegou que requereu o afastamento de suas funções por estar enquadrada no grupo de risco previsto em portaria da própria Fhemig. Acrescentou que, mesmo sendo considerada inapta para suas funções em razão disso, a diretoria da unidade não a liberou de comparecer ao trabalho.


A enfermeira disse que as atividades que tem exercido colocam em risco a saúde e a vida dela, uma vez que permanece nas atividades assistenciais a pacientes, exposta ao contato com outros colegas de profissão que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus e demais transeuntes.

A liminar foi concedida pelo juiz Rogério Santos Araújo Abreu, da 5ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte. Segundo o magistrado, deve ser dispensada atenção especial aos indivíduos que se encontram incluídos nos grupos de risco, que se contraírem a COVID-19, estarão mais expostos a sofrer complicações em seu quadro de saúde.

Para o juiz, mesmo que a enfermeira seja designada para trabalhar em área hospitalar fora do atendimento direto de pacientes da doença causada pelo novo coronavírus, ainda há o risco de contágio, já que ela lida diretamente com um grande e diverso público ao longo do dia. Além disso, o deslocamento casa-trabalho gera um risco potencial de contaminação. A decisão vale enquanto durar a pandemia em território estadual.

Veja também:
Justiça determina afastamento de agentes de saúde que fazem parte do grupo de risco  
O Agente de Saúde e a pandemia: e agora, qual é o meu papel?
Agentes comunitários de saúde do Pradoso recebem bicicletas
CORONAVÍRUS: A grave ameaça às atividades dos agentes de saúde (ACS/ACE)
Agentes de saúde se articulam e consegue gratificação do recurso da Covid-19
No Brasil, quase 200 mil profissionais de saúde estão sob suspeita de contrair covid-19 
Profissionais da saúde incapacitados pela covid-19 podem vir a ser indenizados
Câmara aprova Benefício de R$ 50 mil aos Agentes de Saúde (ACS/ACE) 
Agente de saúde foi morto por causa de dívida de R$ 500 
Esquecidos: Agentes de Saúde são peças fundamentais no combate ao Coronavírus
COVARDIA: Agente de saúde é derrubada da moto, agredida e ameaçada 

O que é o coronavírus?
Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?
A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?
A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?
Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:
Febre
Tosse
Falta de ar e dificuldade para respirar
Problemas gástricos
Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:
Pneumonia
Síndrome respiratória aguda severa
Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus
Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.




Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários