Redes Sociais

Header Ads

Queda da Covid-19 faz Manaus voltar a usar covas individuais

Cemitério de Manaus voltará a ter enterros individuais—  Foto/Reprodução/Semcom/Alex Pazuello.  


Queda da Covid-19 faz Manaus voltar a usar covas individuais
Fonte: Pleno News, Paulo Moura  —  Publicado no  CN em 17.jun.2020.   

 Coronavírus Aumento de mortes na cidade fez com que cemitério local utilizasse valas comuns para enterros.

Uma das capitais mais afetadas pelo início da pandemia do novo coronavírus no Brasil, Manaus segue no cenário de redução de casos e mortes pela Covid-19, doença causada pelo vírus.

Após motivar a decisão da Prefeitura de Manaus de fechar o hospital de campanha da cidade, a queda nos números da Covid-19 também foi determinante para a suspensão de enterros em valas comuns no principal cemitério da capital amazonense.

Com a definição, a partir desta quarta-feira (17) os sepultamentos no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, na Zona Oeste da capital, voltam a ser feitos em covas individuais. A quantidade de enterros em 24 horas, que chegou a ser de 140 em abril, caiu no último domingo (14) para 24, menor índice desde o início da pandemia.

VEJA TAMBÉM:
AM: Queda da Covid-19 faz Manaus voltar a usar covas individuais *
Após pressão, Amazon encerra venda de livro pedófilo
78 oficiais das Forças Armadas emitem dura nota contra Ministro Celso de Mello do STF
Golpe: Aplicativo que muda foto para sexo oposto é investigado por roubar dados
AM: ‘Cumpriu a missão’, hospital de campanha voltará a ser escola 
+“Graças a equipe do HM venci o novo coronavírus”, 
MT: Servidores recebem capacitação para a realização de sangria terapêutica
Estudo defende vacina da poliomielite como proteção contra Covid-19
Vacina em forma de spray nasal contra covid é desenvolvida na USP

Para as pessoas que precisam enterrar seus parentes, seja pela doença ou não, a volta dos sepultamentos individuais traz um conforto aos familiares.

– A gente pode ver, visitar, pode mandar arrumar. Nos nossos lares não pudemos ajeitar velório, até mesmo onde estão enterrados – diz a dona de casa Odiléia Diogo, que participou do enterro do tio, de 73 anos, nesta quarta.





Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários