Redes Sociais

Header Ads

Bahia: filha de prefeito de Maiquinique recebeu R$ 1.200 de auxílio emergencial

Hellen Lira Porto é filha do prefeito Jesuíno Porto—  Foto/Reprodução.

Bahia: filha de prefeito de Maiquinique recebeu R$ 1.200 de auxílio emergencial
Fonte: IstoÉ. —   Publicado no  CN em 13.jul.2020. 

Prefeituras Hellen Lira Porto é universitária e filha do prefeito da cidade baiana de Maiquinique, Jesuíno Porto (DEM). A estudante de medicina está estudando em uma faculdade particular de São Paulo. Além disso, ela teve acesso ao benefício do auxílio emergencial e sacou pelo menos duas parcelas de R$ 600.

O caso ganhou notoriedade após um print do nome da jovem no CadÚnico (Cadastro Único) ter sido compartilhado várias vezes nas redes sociais.

Ao ser questionado sobre a situação, o prefeito confirmou o recebimento pela filha. No entanto, disse que a jovem fez uma doação com a quantia para famílias carentes do município.

VEJA TAMBÉM:
Ceará: Prefeitura entrega Kits aos agentes de saúde 
Encontrado morto, prefeito de Seul deixa bilhete com pedido de desculpas
Médico é acusado de agredir agente de saúde e avançar com o carro sobre ela
MS: Câmara de vereadores presta homenagem aos Agentes de Saúde (ACS/ACE)
Câmara dos Deputados: Nova lei prioriza agentes comunitários e de endemias
Agente de saúde é atropelada por motociclista embriagado em barreira sanitária
Nota da CONACS sobre a Formação Técnica dos ACS's e ACE's de todo o Brasil
40% sobre o salário: Câmara aprova insalubridade para profissionais da linha de frente
MG: Número de profissionais do SUS infectados por Covid-19 sobe para 160 em BH

“Isso aí não é montagem, realmente é verdade. Hellen fez o cadastro emergencial, recebeu duas parcelas aí. Só que o que ninguém sabe é que, cada vez que ela recebe a parcela, ela me dá o dinheiro e eu doou para uma família carente”, explicou Jesuíno.

Após se pronunciar sobre o caso, Jesuíno alterou sua versão e afirmou ter devolvido o valor para a União e ressaltou que a filha não teve o objetivo de usar o dinheiro em benefício próprio.


“O prefeito de Maiquinique, reconhecendo que sua filha cometeu um ato irregular, tratou de regularizar a situação e por isso pede desculpas a toda a sociedade, bem como a Administração Pública”, informou o prefeito no comunicado ao UOL.

“Ao saber que os valores foram liberados e sacados, reconhece que de forma equivocada doou as duas parcelas para pessoas carentes da cidade, e que após consultar o departamento jurídico foi informado que o correto seria fazer a devolução das parcelas recebidas”, completou.

O portal procurou a jovem, mas Hellen não respondeu até o momento.


Postar um comentário

0 Comentários