Header Ads


Justin Bieber diz que se pudesse mudar o passado, ‘teria se guardado para o casamento’

Justin Bieber beija a mão de sua esposa, Hailey Baldwin, na estréia do documentário “Justin Bieber: Seasons” em Los Angeles. —  Foto/Reprodução/Reuters/Mario Anzuoni


Justin Bieber diz que se pudesse mudar o passado, ‘teria se guardado para o casamento’
Fonte:  Guia-me / com informações da Fox News —  Publicado no CN - Conexão Notícia em 19.maio.2020.   

Solidariedade - O cantor Justin Bieber falou sobre as “dores” causadas por uma vida sexual antes do casamento em uma série de vídeos no Facebook, ao lado da esposa.

Se Justin Bieber pudesse voltar no tempo, ele diz que faria algumas coisas diferentes. Uma delas é esperar para fazer sexo somente após o casamento.

O cantor de 26 anos falou sobre seu passado conturbado na série “The Biebers on Watch”, exibida no Facebook de sua esposa, Hailey Baldwin.

“Se eu pudesse voltar e não ter que enfrentar algumas mágoas que tive, provavelmente teria me guardado para o casamento”, disse Bieber com a esposa ao seu lado.

O cantor continuou que, por mais “louco” que possa parecer, ele acredita que o sexo pode complicar os relacionamentos antes do casamento. “O sexo pode ser meio confuso quando você está sendo sexualmente ativo com alguém. Nós fizemos isso. É uma verdade”, disse ele.

Bieber, 23 anos, disse que não sabe se continuaria sendo celibatária antes de dizer “sim”, mas concordou com o marido. “Eu concordo com o fato de que ser físico com alguém pode tornar as coisas mais confusas”, ela afirmou.

Bieber e Baldwin tiveram relacionamentos curtos anos atrás antes de se casarem em setembro de 2019. Neste intervalo, Bieber namorou a cantora Selena Gomez, além de ter se envolvido com várias outras mulheres.

Veja também:
Doria diz que SP não vai receitar cloroquina contra covid-19 por decreto
Pernambuco: Governador Paulo Câmara testa positivo para Covid-19 
EUA diz que 'fracasso' da OMS diante da pandemia custou 'muitas vidas'
Teremos mais falidos do que falecidos, diz presidente do sindicato de padarias de SP 
Vacina contra coronavírus tem resultado positivo em teste inicial nos EUA
Especialistas alemães dizem que lockdown no país foi ‘erro’ 
Cubanos vão reintegrar o Mais Médicos para o Brasil 
Mais um profissional da Globo é pego furando a quarentena  
Oncologista Nise Yamaguchi diz que aceitaria ser ministra 
Ludmilla recebe alta após internação por problema renal
Moro diz esperar que acusações de Paulo Marinho sejam ‘totalmente esclarecidas’

Bieber falou sobre os altos e baixos do casal na sexta-feira (15), em entrevista ao Hillsong Channel. “Eu sempre soube que, se a gente resolvesse as coisas e voltasse a ficar juntos, seria uma situação muito séria e nos casaríamos”, disse a modelo.

“Eu não sabia necessariamente qual seria o cronograma. Eu apenas confiei e acho que foi um grande passo de fé... E confiei nas pessoas que eu conhecia, que me viram passar toda essa jornada com ele, sem ele e depois de volta com ele”, ela acrescentou.

Bieber, que estava há mais de um ano em celibato antes de namorar com Baldwin, acabou provando à modelo que ele havia realmente mudado.

“Às vezes as pessoas fazem sexo porque não se sentem bem o suficiente, porque elas não têm valor próprio. As mulheres fazem isso e os caras também. Eu queria me dedicar a Deus dessa forma porque eu realmente senti que era o melhor para a condição da minha alma. E eu acredito que Deus me abençoou com Hailey como resultado. Existem vantagens. Você é recompensado pelo bom comportamento”, disse o cantor à Vogue na época.

“Tínhamos voltado a ficar juntos e eu tinha visto o quanto ele havia mudado e o quão diferente ele estava, do modo como se comportava, do modo como me explicava o que vinha fazendo com a vida e onde onde ele estava, era diferente do que antes”, contou Hailey.

O casal ficou noivo em 2018 e se  casou  em setembro de 2019 na Carolina do Sul, na presença de amigos e familiares. Mas antes disso, eles disseram “sim” em uma cerimônia civil em Nova York em 2018.

Justin reconhece que o casamento despertou expectativas para ter relações sexuais, mas essa não foi a única razão para a união. “Quando eu a vi em junho do ano passado, lembrei o quanto a amava, o quanto sentia falta dela e o impacto positivo que ela causou em minha vida”, afirmou.



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 







Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.