Redes Sociais

Header Ads

Pastor morre de Covid-19 dias após perder o filho pra doença.

 Pastores Sebastião Rodrigues e Rubens Siro morreram por causa da Covid. —  Foto/Reprodução.

Pastor morre de Covid-19 dias após perder o filho pra doença
Fonte: Pleno News, Rafael Ramos. —   Publicado no  CN em 08.jul.2020. 

Gospel  |  Sebastião Rodrigues de Souza tinha 89 anos e era presidente das Assembleias de Deus de Cuiabá.

Presidente das Assembleias de Deus de Cuiabá (MT), o pastor Sebastião Rodrigues de Souza, de 89 anos, morreu nesta quarta-feira (8) por causa do novo coronavírus. Sebastião chegou a ser intubado, mas apresentou melhora do quadro clínico na terça-feira (7).

Pelo Facebook, a igreja lamentou a perda do pastor. A esposa dele, irmã Nilda de Paula Souza, de 85 anos, também foi internada por causa da Covid-19, mas recebeu alta na terça.

VEJA TAMBÉM:
Pastor morre de Covid-19 dias após perder o filho pra doença 
Bolsonaro é 4º líder de país a contrair Covid-19 no mundo 
Sobrevivente ao aborto perdoa mãe biológica: “Deus tem um plano em minha vida” 
Brasil atinge 1 milhão de curados; 64,1% dos pacientes venceram a doença
Ex-traficante tem encontro com Deus na prisão
Pastor é arrastado de casa e espancado por 150 radicais hindus enquanto fazia oração
Ex-líder da Assembléia de Deus torna-se novo Presidente do Malawi
Igreja protestante perde milhares de fiéis na Alemanha, segundo relatório

Sebastião veio a óbito dias após do falecimento de seu filho, o também pastor Rubens Siro de Souza, de 68 anos. Ele foi sepultado no dia 4 de julho. Vice-presidente da igreja ao lado do pai, Rubens era casado, pai de três filho e avô.

Pr. Rubens Siro ao lado dos pais, Sebastião e Nilda. —  Foto/Reprodução.

Além de presidirem a Assembleia de Deus, pai e filho estavam à frente da Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus de Mato Grosso (COMADEMAT). Sebastião Rodrigues também era o primeiro vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB).



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 


Postar um comentário

0 Comentários