Redes Sociais

Header Ads

SP: após 3 semanas de queda, óbitos por covid-19 voltam a crescer

  Aumento foi de 14% da semana passada para a anterior. —  Foto/Reprodução.

SP: após 3 semanas de queda, óbitos por covid-19 voltam a crescer
Publicado no CN em 20.jul.2020. 

Coronavírus | Após três semanas consecutivas de queda no número de óbitos provocados pelo novo coronavírus, causador da covid-19, o estado de São Paulo voltou a apresentar, na semana passada, aumento no registro de mortes pela doença.

Na semana passada, que corresponde à 29ª Semana Epidemiológica, o total de mortes no estado aumentou 14% em relação à semana anterior. Foram 1.945 óbitos contra 1.706 computadas na 28ª semana. O total da semana passada é recorde desde o início da pandemia.

Nas três semanas anteriores, o número de óbitos vinha caindo no estado de São Paulo. Na 25ª Semana Epidemiológica, foram 1.913 óbitos; na 26ª, 1.769; na 27ª; 1.733; e na 28ª, 1.706.

VEJA TAMBÉM: 
Vacina chinesa contra covid-19 começará a ser testada amanhã em SP 
Médicos brasileiros salvam menino venezuelano com tumor raro no rosto 
Homem de Ferro e Aranha Jr. parabenizam menino que salvou irmã de um cachorro 
Youtuber Felipe Neto anuncia fim de piadas gordofóbicas em seu canal
Terror: Homem invade igreja atira contra quatro pessoas e se mata 
Auxílio Emergencial: Mentir para receber os R$ 600  pode dar mais de 6 anos de prisão
MG: Tribunal do Trabalho garante afastamento de agentes de saúde em grupo de risco
A esquecida gripe de Hong Kong, epidemia que matou mais de 1 milhão há 5 décadas
Garoto herói enfrenta cachorro, leva 90 pontos no rosto e salva irmãzinha
Menina de cinco anos fica em chamas após celular explodir

O coordenador executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, João Gabbardo, disse que a alta de 14% está dentro das expectativas e é considerada ainda como estabilidade. "Estávamos, há três semanas, com redução no número total de óbitos, mas isso não altera o que imaginávamos desde o início do plano", afirmou Gabbardo. “Até 15% [de aumento] consideramos como estabilidade.”

Segundo Gabbardo, uma das causas que justificam o comportamento de alta é o aumento do número de casos no interior do estado. "Na última semana, o aumento no interior foi da ordem de 24%, mas são números que, no total, mantêm o estado em situação de estabilidade, dentro da nossa previsão", afirmou.

Fonte:  Agência Brasil, Elaine Patricia Cruz, Edição: Nádia Franco


Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 


Postar um comentário

0 Comentários