Redes Sociais

Header Ads

Megaigrejas ajudam financeiramente congregações e evitam fechamentos

Pastor abraça recém-batizado na igreja Grace Tabernacle NYC, em Nova York—  Foto/Reprodução Grace Tabernacle NYC.


Raul Gil recebe alta após ficar cinco dias internado
Fonte:  GospelMais —  Publicado no CN - Conexão Notícia em 07.maio.2020.

Megaigrejas ajudam financeiramente congregações e evitam fechamentos

Igrejas evangélicas de pequeno porte que estão sofrendo com a queda na arrecadação de ofertas devido à suspensão dos cultos poderão receber ajuda de congregações de grande porte através de uma iniciativa criada nos Estados Unidos para criação de um fundo de emergência.

A ideia é simples, mas já pode ser considerada um sucesso: o fundo chamado Churches Helping Churches Initiative (“Igrejas que Ajudam as Igrejas”, em tradução livre) já arrecadou mais de US$ 400 mil (equivalente a R$ 2,2 milhões na cotação atual). Na outra ponta, a iniciativa já recebeu mais de mil pedidos de ajuda.

O subsídio às igrejas pequenas é limitado a US$ 3 mil (R$ 16,4 mil) por congregação, que deve estar registrada como organização religiosa sem fins lucrativos. Um dos critérios dos administradores do fundo é o risco real de fechamento da igreja sem a ajuda financeira.

De acordo com informações do portal Religion News Service, a iniciativa é liderada pela Campanha AND, com o apoio de outras organizações como a Coalizão Evangélica Latina Nacional, Pinkston e a Fundação Pinetops.

Veja também:
Netanyahu é autorizado a ser primeiro-ministro de Israel
Alemanha permite cultos presenciais nas igrejas, mas proíbe fiéis de cantarem
Médico ora com equipe em Belém: “Não vamos recuar diante de doença nenhuma”
A crise do coronavírus é um treinamento para o fim dos tempos, diz pastor
“Em todos os clubes que eu passei, preguei o Evangelho de Cristo”, diz Ricardo Oliveira
Nº de recuperados do coronavírus no Brasil é cerca de 6 vezes maior que o de mortes
“Igreja sairá da pandemia mais forte que antes”, afirma pastor da África
Prédio da Assembleia de Deus será transformado em hospital de campanha no Pará
Périssé: “Não tem o que fazer a não ser se entregar a Deus”
Ministro de Israel anuncia 'avanço significativo’ em tratamento contra o Covid-19 
Pastor de 93 anos reunirá mais de 100.000 pessoas em oração por despertar espiritual
Filha de Billy Graham: “Tempo de se acertar com Deus”
Presidente da Bolívia pede jejum e oração contra a Covid
Mais 7 estados dos EUA iniciam reabertura gradual
Com casos em queda, NY fechará hospital de campanha construídos por cristãos
Britânicos fazem homenagem aos profissionais de saúde
Enfermeira que teve Covid-19 recebe homenagem de colegas de profissão

Através dessas entidades, representantes do fundo entram em contato com as maiores igrejas dos Estados Unidos, que têm condições financeiras mais estáveis, e pedem doação de valores para socorrer as pequenas igrejas financeiramente.

Os organizadores esperam arrecadar pelo menos US$ 500 mil nessa primeira fase, através de doadores cristãos, fundações e grandes igrejas. Eles continuarão a arrecadar fundos durante o mês de maio, disse o vice-presidente da Pinkston, DJ Jordan.

O processo de inscrição foi aberto em 6 de abril e mil congregações de pequeno porte já solicitaram as doações. Até agora, 109 igrejas já foram aprovadas para receber o subsídio, como no caso das igrejas Batista Missionária de Libertação em Oakland, Hold the Light COGIC em Detroit, Plantando Iglesias em Minneapolis e Igreja Batista Missionária Union Tabernacle em Chicago.

DJ Jordan disse que o fundo ainda aceitará inscrições em maio, mas as que fizeram solicitação em abril terão prioridade. Dentre os critérios, a iniciativa tem direcionado esforços para congregações de 25 a 150 membros em comunidades de baixa renda em áreas urbanas, que terminam por ser as mais afetadas pelo impacto econômico que o isolamento social impôs como parte dos esforços de contenção do novo coronavírus.

Dados colhidos em todos os Estados Unidos mostram que negros e latinos foram afetados economicamente de maneira desproporcional pelo COVID-19. Na Califórnia, moradores negros e latinos com idades entre 18 e 64 anos morrem com mais frequência do COVID-19 do que seus colegas brancos e asiáticos proporcionalmente à sua parcela da população, segundo uma análise do jornal Los Angeles Times.

Em Michigan, 40% das mortes por COVID-19 ocorreram entre negros, embora representem 13,6% da população do estado, de acordo com a Detroit Free Press.

Justin Giboney, presidente da Campanha AND, disse que pequenas igrejas desempenham um grande papel em seus bairros, seja fornecendo refeições para os necessitados ou simplesmente estabelecendo uma presença referencial local: “Muitas dessas comunidades dependem dessas igrejas menores”, pontuou Giboney.


Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 




Postar um comentário

0 Comentários