Redes Sociais

Header Ads

Bolsonaro convoca ministros e prepara reação contra o STF

Jair Bolsonaro. Governo estaria estudando forma de reagir contra as ações do Supremo. —  Foto/Reprodução/Alan Santos / PR.  

Bolsonaro convoca ministros e prepara reação contra o STF
Fonte: O Verbo, Michael Caceres  —  Publicado no  CN em 28.maio.2020. 

Governo | Brasília  -   O presidente da República, Jair Bolsonaro, convocou uma reunião extraordinária com todos os seus ministros na tarde desta quarta-feira (27), com o objetivo de discutir o inquérito ilegal e inconstitucional comandado por Alexandre de Moraes.

A reunião começou por volta das 16h30, no Palácio do Planalto, onde os membros do governo Bolsonaro estariam discutindo uma reação contra as ações do Supremo Tribunal Federal (STF) que interferem no Poder Executivo.


Segundo informa a revista Crusoé, um auxiliar direto de Bolsonaro informou que “a reação vai ser forte” e confirmou a reunião. O verbo também buscou uma fonte no governo, confirmando a possível reação do governo.

Veja também:
+ “Só Deus sabe o que passei”, diz Sikêra Jr. após se recuperar da Covid-19
Deputados bolsonaristas pedem impeachment de Moraes depois de operação 
EMOCIONANTE: Idosa desempregada acha R$ 1.140 e vai a pé devolver
Inquérito das fake news: Aras pede para Fachin suspender investigação 
Moro quer identificar os “autores” de uma suposta “rede de fake news e de ofensas...”
Roberto Jefferson, Luciano Hang, Douglas Garcia e Terça Livre são alvos da PF
PF cumpre mandados em inquérito sobre fake news 
+Globo, Folha e semelhantes decidiram não ir mais ao Alvorada 
Doria pagou R$ 242 milhões antecipados por respiradores atrasados da China 
Médico recuperado do Covid-19 confirma uso de hidroxicloroquina  
+“Deus ouviu nossas orações”, diz pai de bebê curado de Covid-19 

Pela manhã, o STF expediu mandados de busca e apreensão em cinco estados e no Distrito Federal, com o objetivo de constranger um grupo de pessoas que fez críticas contra os membros da Corte, através de supostas “fake news”.

Ao todo foram cumpridos 29 mandados em endereços do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Mato Grosso e em Santa Catarina, incluindo jornalistas e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários