Redes Sociais

Header Ads

OMS: transmissão de covid-19 a partir de assintomáticos é “muito rara”

  Prédio da OMS em Genebra, Suíça. —  Foto/Reprodução.  


OMS: transmissão de covid-19 a partir de assintomáticos é “muito rara”
Fonte:   Agência Brasil Brasília, Pedro Ivo de Oliveira —  Publicado no  CN em 09.jun.2020.   


Coronavírus — Especialista diz que é importante traçar rota de pessoas infectadas.

A infectologista e chefe do departamento de doenças emergentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, afirmou hoje (8) durante a conferência de imprensa diária sobre o novo coronavírus que a propagação de covid-19 a partir de pacientes assintomáticos é “muito rara.”

Segundo a médica, os dados levantados até agora mostram que pessoas que não apresentam os sintomas da doença possuem pouco potencial infectológico para contaminar indivíduos saudáveis. De acordo com a especialista, deve haver esforços dos governos para identificar e isolar pessoas que apresentam sintomas.

“Nós sabemos que existem pessoas que podem ser genuinamente assintomáticas e ter o PCR (teste realizado para detectar a presença do vírus no organismo) positivo. Esses indivíduos precisam ser analisados cuidadosamente para entender a transmissão. Há países que estão fazendo uma análise detalhada desses indivíduos, e eles não estão achando transmissão secundária. É muito rara”, afirmou a médica ao ser questionada por jornalistas.

VEJA TAMBÉM:
Bahia tem mais de 800 novos casos e passa de 28,2 mil infectados pela Covid-19
Senado pode votar nesta semana lei da mordaça
Cozinheira volta a atacar 'grosserias' de Bonner e diz que ele tinha ciúme de amigos
Brasil negocia para ser um dos produtores da vacina contra o coronavírus 
Igrejas já vão reabrir no Distrito Federal, após meses fechadas na pandemia
OMS recua e se desculpa por polêmicas sobre cloroquina
Ministro Fachin determina suspensão de operações policiais em comunidades do RJ 
Cozinheira diz que choro de Fátima Bernardes é falso e acusa Bonner de grosseria
Patroa pede perdão em carta para mãe de Miguel e diz: 'Sou solidária ao seu sofrimento'
Morte de cantora negra por covid-19 vira chacota por ela ser cristã

Ainda segundo Kerkhove, é necessário traçar todos os contatos que pessoas que desenvolveram a doença tiveram com outros indivíduos. A infectologista afirmou ainda que é necessário realizar mais estudos para chegar a uma “resposta verdadeira” sobre todas as formas de transmissão do novo coronavírus.

Edição: Aline Leal



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários