Redes Sociais

Header Ads

Por ‘segurança nacional’, Índia decide banir aplicativos chineses

O TikTok está na lista de aplicativos banidos. —  Foto/Reprodução/ antonbe/ Pixabay.  

Por ‘segurança nacional’, Índia decide banir aplicativos chineses
Fonte: Revista Oeste —   Publicado no  CN em 01.jul.2020. 

Entretenimento | O governo da Índia anunciou que vai banir 59 aplicativos chineses do país; Índia possui a segunda maior população na internet no mundo.

 Banir aplicativos 
O governo indiano anunciou nesta segunda-feira que vai banir 59 aplicativos desenvolvidos por empresas chinesas no país. Segundo as autoridades indianas, esses aplicativos estão inegavelmente engajados em atividades que ameaçam “a segurança nacional e a defesa da Índia”.

Esse é o mais novo episódio na crise entre os dois países com as maiores populações do mundo. Além de terem populações enormes e economias grandes, ambos são potências nucleares.

Entre os aplicativos que o Ministério dos Eletrônicos e TI baniu está o TikTok, que tem na Índia o seu maior mercado fora da China. Aplicativos da Xiaomi, que é maior vendedora de Smartphone do país, também foram banidos.

 Ação inédita 
Essa é a primeira vez que a Índia, que é o segundo maior mercado online, com cerca da metade dos seus 1,3 bilhão de habitantes na internet, bane aplicativos estrangeiros.



O Comitê responsável pela segurança cibernética do país alega que tomou essa medida porque “recebeu muitas denúncias de cidadãos preocupados com a segurança de seus dados”.

Dos 59 aplicativos banidos, 27 estão na lista dos 1000 mais utilizados na Índia no último mês, conforme levantamento feito na loja do Android.

 VEJA TAMBÉM: 
Maranhão: Prefeitura realiza entrega de equipamentos para Agentes de Saúde
Abono PIS/Pasep libera saques de R$ 88 a R$ 1.045
+“Homem Pateta” é investigado pelo Facebook após denúncias
Santa Catarina confirma 24.364 casos e 312 mortes por Covid-19 
Ceará prorroga decreto com regras de isolamento social
Aluna de Sérgio Moro assume culpa por plágio em artigo
REDES SOCIAIS: Coca-Cola boicota o Facebook e gera prejuízo de R$ 306 bilhões
COVID-19: Brasil passa EUA e assume liderança em número de recuperados
Imunização contra gripe termina na próxima semana
TCU realiza levantamento sobre a sustentabilidade do SUS

Ainda não está certo como esse banimento vai funcionar. Até o momento, informa o site especializado em tecnologia TechCrunch, esses aplicativos funcionavam normalmente e estavam disponíveis nas lojas de aplicativo.

O Google afirmou que ainda não recebeu qualquer ordem do governo indiano para bloquear esses aplicativos. A Apple disse que vai avaliar esse pedido. Essas empresas, eventualmente, resistem à cumprir ordens para retirar aplicativos de suas lojas.

As empresas chinesas fabricantes de Smartphone são responsáveis por aproximadamente 80% das vendas na Índia. O TikTok, que está sendo investigado por problemas de privacidade na Europa e nos EUA, possui mais de 200 milhões de usuários na Índia.



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 



Postar um comentário

0 Comentários