Redes Sociais

Header Ads

Enquanto 9 milhões têm salários cortados, políticos recebem antecipação do 13º

Congresso Nacional—  Foto/Reprodução.

Enquanto 9 milhões têm salários cortados, políticos recebem antecipação do 13º
Publicado no Conexão Notícia em 11.ago.2020.  

Política |  Entre as mordomias mantidas aos parlamentares estão a verba mensal de gabinete, de R$ 111 mil, e o "cotão", de R$ 45,6 mil, para gastos com alimentação, transporte e outros assuntos. 

Enquanto 9,3 milhões de trabalhadores tiveram salários suspensos ou reduzidos em até 75%, deputados e senadores recebem R$ 50 mil bruto. A quantia é a soma do salário somado a antecipação da gratificação natalina, prática exercida pelo Congresso todos os anos. 

Durante a pandemia, nenhum benefício dos parlamentares sofreu alteração. Entre as mordomias mantidas estão a verba mensal de gabinete, de R$ 111 mil, e o "cotão", que vai de R$ 30,7 mil a R$ 45,6 mil, para gastos com alimentação, transporte e entre outros. 

VEJA TAMBÉM: 
Proposta torna obrigatório exame de doenças raras em recém-nascidos
Projeto permite que servidores contem em dobro tempo de serviço durante pandemia
Mãe de profissional de Saúde: Após perder filho, brasileira ajuda vítimas da Covid-19
Filha de Vanusa quer arrecadar 150 mil reais para construir casa para a cantora  
Decisão do STF reconhece o Coronavírus como acidente de trabalho 
Bolsonaro cogitou enviar tropas para ocupar o STF e destituir os 11 ministros, diz revista 
Israel oferece ajuda humanitária para o Líbano após explosão em Beirute
Quem é o adolescente que causou ao Twitter seu maior escândalo de segurança
Andradina/SP: Médico alerta para pessoas tentando se passar por agentes de saúde 
Coronavírus: por que a covid-19 afeta tanto os profissionais de saúde?
+`Não perdi nenhum paciente´, diz médica que usa hidroxicloroquina contra a Covid-19

Há algum tempo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a se dizer aberto a um diálogo sobre redução de salários e verbas que atingisse os três Poderes, mas acabou recuando após Paulo Guedes (Economia) se manifestar contrário ao corte nos vencimentos dos servidores públicos.

Para completar, no mês passado, o Supremo Tribunal Federal decidiu que o Executivo não pode reduzir o repasse de verbas aos poderes Legislativo e Judiciário em tempos de crise financeira. As informações são da coluna Painel .

Fonte: Brasil Econômico iG
  


Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 


Postar um comentário

0 Comentários