Polícia faz barricada em volta de igreja para impedir a realização de cultos - Conexão Notícia

Header Ads


Polícia faz barricada em volta de igreja para impedir a realização de cultos

   Polícia na Grace Life.  —  Foto/Reprodução.

Polícia faz barricada em volta de igreja para impedir a realização de cultos
Publicado no Conexão Notícia em 09.abril.2021.  

Mundo Cristão Igreja em Alberta é fechada enquanto aguarda o julgamento do seu pastor que foi preso este ano por realizar culto presencial.

A igreja Grace Life em Edmonton, Alberta, Canadá, foi fechada com duas cercas de segurança por uma agência de saúde governamental composta por funcionários comissionados e contou com a ajuda dos policiais locais.

No início do ano o pastor da igreja, James Coates, foi preso por realizar cultos de adoração presencial durante a pandemia da covid-19, ele foi solto em 29 de março e durante esse período a igreja ganhou várias reportagens midiáticas.

Erin Coates, esposa do pastor James, foi ao Instagram na última quarta, 7 de abril, e publicou uma mensagem indignada com o fechamento da igreja enquanto o seu marido aguarda o julgamento por violar as ordens.


Isso é o que acontece quando você tem liberdade de religião em uma sociedade livre e democrática: eles prendem seu pastor por abrir livremente as portas da igreja e servir às ovelhas de Cristo e ferir as pessoas. Agora eles acorrentaram as portas da Igreja GraceLife em uma cerca de arame. Tudo isso sob o pretexto de uma ordem de saúde, escreveu ela.

O presidente do Centro de Justiça para Liberdades Constitucionais, John Carpay, que representa a igreja com seu escritório, falou na quarta-feira à tarde que o governo não está só colocando barreiras ao redor da igreja, mas tentando atrasar o julgamento de Coates.

Liberdade de consciência e religião é a primeira liberdade fundamental listada na Carta Canadense de Direitos e Liberdades. Ele é listado primeiro porque é um dos princípios fundamentais sobre o qual o Canadá foi construído. O governo, até agora, se recusou a justificar os limites da adoração e da reunião, disse Carpay.


O advogado também acrescentou que as restrições são inconsistentes, sendo diferente de província para província, e que os oficiais de saúde criam as regras aleatoriamente sem se basear nos fundamentos legais.

A igreja Grace Life em Edmonton, Alberta, Canadá, foi fechada com duas cercas de segurança por uma agência de saúde governamental composta por funcionários comissionados e contou com a ajuda dos policiais locais.

No início do ano o pastor da igreja, James Coates, foi preso por realizar cultos de adoração presencial durante a pandemia da covid-19, ele foi solto em 29 de março e durante esse período a igreja ganhou várias reportagens midiáticas.

Erin Coates, esposa do pastor James, foi ao instagram na última quarta-feira (7) e publicou uma mensagem indignada com o fechamento da igreja enquanto o seu marido aguarda o julgamento por violar as ordens.

Isso é o que acontece quando você tem liberdade de religião em uma sociedade livre e democrática: eles prendem seu pastor por abrir livremente as portas da igreja e servir às ovelhas de Cristo e ferir as pessoas. Agora eles acorrentaram as portas da Igreja GraceLife em uma cerca de arame. Tudo isso sob o pretexto de uma ordem de saúde, escreveu ela.

O presidente do Centro de Justiça para Liberdades Constitucionais, John Carpay, que representa a igreja com seu escritório, falou na quarta-feira à tarde que o governo não está só colocando barreiras ao redor da igreja, mas tentando atrasar o julgamento de Coates.


Liberdade de consciência e religião é a primeira liberdade fundamental listada na Carta Canadense de Direitos e Liberdades. Ele é listado primeiro porque é um dos princípios fundamentais sobre o qual o Canadá foi construído. O governo, até agora, se recusou a justificar os limites da adoração e da reunião, disse Carpay.

O advogado também acrescentou que as restrições são inconsistentes, sendo diferente de província para província, e que os oficiais de saúde criam as regras aleatoriamente sem se basear nos fundamentos legais.

A Polícia Montada Real Canadense confirmou para a CBN News que seus oficiais estavam no local quando a Igreja GraceLife foi fechada na manhã de quarta-feira para ajudar os Serviços de Saúde de Alberta a fechar a igreja.

Recentemente um pastor polones da Igreja Cave of Adullam Church de Alberta, teve que expulsar os oficiais da polícia da sua igreja que tentaram encerrar a celebração de Páscoa, confira a reportagem aqui.

A Polícia Montada Real Canadense confirmou para a CBN News que seus oficiais estavam no local quando a Igreja GraceLife foi fechada na manhã de quarta-feira para ajudar os Serviços de Saúde de Alberta a fechar a igreja.

Recentemente um pastor polones da Igreja Cave of Adullam Church de Alberta, teve que expulsar os oficiais da polícia da sua igreja que tentaram encerrar a celebração de Páscoa.

Gospel Prime

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook

Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.