Header Ads

Minas Gerais: Agentes de Saúde (ACS/ACE) reivindicam 14º, PMAQ/Previne e outros direitos

Os agentes reivindicam melhores condições de trabalho e direitos já conquistados e não garantidos pela gestão.  —  Foto/Reprodução.

Minas Gerais: Agentes de Saúde (ACS/ACE) reivindicam 14º, PMAQ/Previne e outros direitos
Publicado no Conexão Notícia em 18.fev.2021.  

Agentes de Saúde |  Aconteceu na Câmara de Vereadores de Juiz de Fora, a primeira reunião da Comissão Especial dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate a Endemias com seus representantes e vereadores. Estiveram presentes o presidente da comissão, Tiago Bonecão, e os membros Julinho Rossignoli e João Wagner Antoniol.

Entre os assuntos abordados estava, a reivindicação  do plano de carreira, a gratificação dos anos de 2018 e 2019 que não foram pagas, além da falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) e uniformes.

O vereador Tiago Bonecão afirmou que será marcada uma reunião com a prefeita, Margarida Salomão, para abordar sobre as demandas solicitadas pelos agentes. 

Vamos trabalhar nesta comissão de forma diferente, trabalhar mais próximo ao Executivo e sanar as tantas reivindicações dos servidores que são merecidas, explicou Tiago. 


Além disso, os políticos Julinho Rossignoli e João Wagner acreditam que a conversa pode ser o início de uma construção para melhorar a situação dos servidores. Os vereadores  ressaltaram ainda que, o papel dos agentes é fundamental, agindo como o elo entre a população e as unidades de saúde, por meio do  contato permanente com as famílias das regiões que atendem.

A presidente do Sindicato dos Agentes de Endemias da Zona da Mata Mineira (SINDACE), Rita das Dores Duque, está confiante no trabalho da comissão e acredita que a partir de agora a classe terá resultados positivos. Nesse evento, que ocorreu no dia 09/02, ela destacou:

Queremos um estudo mais profundo sobre os nossos direitos, ao longo dos anos perdemos muitos benefícios que vêm do Ministério da Saúde; um exemplo é o programa de Acesso a Qualidade [PMAQ], que em 2018 e 2019 nós não recebemos; tem também o Previne Brasil, a parcela extra, que vem junto com a lei do piso salarial. Vamos trabalhar para conquistar os nossos direitos, finalizou.

A agente de saúde Jussara Avelino, que está há mais de 20 anos na profissão, relatou que a criação da comissão é um avanço. 

A Casa ter aberto a porta para discutir a situação dos agentes foi um grande ganho para a nossa classe, quando você luta sozinho é mais difícil, lutar acompanhado você ganha força. Estamos sobrecarregados, nossa carga horária não é fácil, trabalhamos diretamente no domicílio das pessoas, nos faltam material, valorização pessoal e ainda o plano de cargo e carreira, estamos confiantes, comenta Jussara. 

Foto: Assessoria da Câmara de Vereadores
RCWTV - REDE DE CANAIS WEB TV


Publicado ao JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.