Ministro da Saúde se reúne com embaixador dos EUA e pede apoio para vacinas e insumos - Conexão Notícia

Header Ads


Ministro da Saúde se reúne com embaixador dos EUA e pede apoio para vacinas e insumos

 O ministro Marcelo Queiroga (Saúde) durante reunião virtual com o embaixador dos Estados Unidos, Todd Chapman.  —  Foto/Reprodução/Tony Winston/MS .

Ministro da Saúde se reúne com embaixador dos EUA e pede apoio para vacinas e insumos
Publicado no Conexão Notícia em 31.mar.2021.  

Agentes de Saúde | O ministro Marcelo Queiroga (Saúde) participou de encontro virtual na 3ª feira (30.mar.2021) com o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman.

Queiroga também conversou com o médico Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA e um dos conselheiros do presidente norte-americano, Joe Biden.

Segundo o Ministério da Saúde, os encontros tiveram como objetivo “reforçar a parceria estratégica entre os países e coordenar uma ação conjunta para o enfrentamento da covid-19 no Brasil”. A pasta citou a intenção de “de ampliar a vacinação a curto prazo”.

O ministro se reuniu com Chapman pela manhã. Pediu apoio dos EUA no fornecimento de vacinas contra a covid-19. 

A capacidade de vacinação do Brasil é enorme. Com um aporte maior de vacinas, podemos dar uma resposta à população brasileira e diminuir a pressão no sistema de saúde, disse Queiroga.

O Brasil aplicou ao menos a 1ª dose de vacinas contra a covid em 16.893.276 pessoas até as 18h dessa 3ª feira (30.mar.2021). Dessas, 4.941.931 receberam a 2ª dose. Ao todo, foram 21.835.207 doses administradas no país.


O ministro disse na 2ª feira (29.mar) que tem trabalhado com o embaixador no Brasil nos Estados Unidos, Nestor Forster, para viabilizar uma “permuta” entre os 2 países que permita antecipar a chegada de vacinas contra a covid-19 ao Brasil.

Sem detalhar, o ministro anunciou a ação durante debate com a Comissão Temporária da covid-19 no Senado Federal.

O ministro citou as doses da Covax Facility e da Pfizer na sua fala. Há 10 dias, o Brasil recebeu o 1º lote de 1 milhão de doses da vacina da AstraZeneca pela Covax Facility, programa da OMS (Organização Mundial da Saúde) que visa à distribuição de vacinas contra a covid-19 pelo mundo.

O governo brasileiro contratou 100 milhões de doses da Pfizer para 2021, mas ainda não recebeu nenhuma por ter demorado a firmar acordo com o laboratório norte-americano. Segundo Queiroga, o ministério pode ampliar o contrato com a empresa.

Durante o encontro com Chapman, o ministro falou também sobre a demanda brasileira pela aquisição de insumos, sobretudo oxigênio e remédios do chamado “kit intubação”, usado na internação de pacientes em estado grave em razão da doença.

De acordo com a pasta, o embaixador dos Estados Unidos se colocou à disposição para auxiliar nas tratativas com indústrias norte-americanas para ampliar a oferta de oxigênio, incluindo cilindros e caminhões para transporte, e remédios do kit intubação.

Depois do encontro com o embaixador norte-americano, Queiroga se reuniu com Fauci. O médico corte-americano citou a parceria existente entre Brasil e EUA em pesquisas clínicas para doenças como zika vírus e ressaltou a importância do desenvolvimento científico no combate à covid-19.

“Nós, dos Estados Unidos, e especificamente a minha instituição, estamos entusiasmados em aumentar a colaboração e o apoio conjunto com o Brasil”, disse Fauci.

 Poder360 


Ilda discorda que tenha que lutar por recurso federal direto na conta dos ACS/ACE


Piso Nacional: Supremo Tribunal Federal decidirá futuro dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) do Brasil.

  Agentes comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do país pode ter ação favorável na garantia do Piso Nacional ou não.  —  Foto/Reprodução.

STF vai decidir se piso nacional de agentes comunitários de saúde se aplica aos estados, ao DF e aos municípios.

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir se o piso salarial nacional para agentes comunitários de saúde e de endemias é aplicável aos servidores dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, independentemente do regime jurídico a que estiverem vinculados. Leia a matéria completa, aqui! 


VOCÊ PRECISA SABER
Detalhe sobre a correção do valor do Piso Nacional dos ACS/ACE, ocorrida em 2018. Os agentes lutaram para defender o que era chamado de "derrubada do congelamento do Piso Nacional." Infelizmente o congelamento não foi derrubado, contudo, a Lei  Federal nº 13.708 cedeu uma correção no valor do repasse do FNS - Fundo Nacional de Saúde, correspondente ao período de 2014 a 2018, pago em 3 (três) parcelas, a saber: R$ 1.250,00 (2019); R$ 1.400,00 (2020) e agora R$ 1.550,00 (2021). Até hoje o Piso Nacional segue congelado

Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram 

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil 


Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.