Header Ads


CONACS: Em encontro com pesquisadora de Harverd, Ilda fala sobre morte de familiar

 Diretores da CONACS em entrevista com a pesquisadora  Dra. Márcia Castro—  Foto/Reprodução.

CONACS: Em encontro com pesquisadora de Harverd, Ilda fala sobre morte de familiar
Publicado no Conexão Notícia em 18.mar.2021.  

Agentes de Saúde | Após desenvolver atividades em Brasília (na semana passada), a direção da CONACS - Confederação Nacional (das associações) dos Agentes Comunitários de Saúde trouxe a live semanal, a Dra. Márcia Castro, professora de demografia, chefe do departamento de Saúde Global e População da Universidade Pública de Harverd, Estados Unidos. 

Durante o momento da transmissão da live, ocorrida ontem (17), Ilda Angélica declarou que perdeu um ente querido para à Covid-19. Ela não deu mais detalhes sobre o grau de parentesco ou o contexto em que família se encontra.


O coordenador nacional da rede de voluntários da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) e Federalização, Samuel Camêlo, manifestou a sua solidariedade à diretora presidente da CONACS:

Lamentamos profundamente pela sua perda e pedimos a Deus para que conforte a toda família. Sabemos que, além dos muitos ACS/ACE que tombaram em face dessa grande batalha, muitos de seus parentes também foram abatidos. Essa situação tem deixado a população brasileira e mundial bastante temerosa e aflita. Diante dessa grande catástrofe, que, até hoje, ceifou a vida de quase  dois milhões e setecentas mil pessoas, tem afetado a todos nós, quer direta ou indiretamente. 
A dor produzida pela perda de um ente querido é única para  cada um de nós, somente quem vivencia o momento sabe o quanto machuca. Contudo, precisamos seguir em frente, nos fortalecendo no Altíssimo criador, porque somente Ele pode nos ajudar em meio a esse momento tenebroso. Somente Ele é grande para fazer cessar o vírus, que se abate sobre a humanidade. Estejamos unidos em oração, em humidade e simplicidade, porque assim encontramos o refúgio que necessitamos.

O tema do encontro de ontem foi "O Protagonismo dos ACS's e ACE's e o Enfrentamento das dificuldades Frente à Pandemia."

Confira o destaque no vídeo
Acesse o vídeo completo, aqui!

Durante os colóquios, Ilda questionou a situação dos ACS/ACE, disse que a categoria não tem recebido o devido valor, não tem participado dos debates sobre as estratégias de enfrentamento à Covid. Os agentes de saúde não estão sendo considerado importantes quanto exército a frente dessa batalha. 
Os gestores municipais não consideram os ACS/ACE fundamentais nessa guerra contra o coronavírus. 

Dra. Márcia Castro disse que "no Brasil não adianta o Lockdown, a nossa realidade, quanto país, não justifica esse métodos," disse a professora da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, comentado sobre o Protagonismo dos ACS/ACE e o Enfrentamento das dificuldades frente à pandemia.


Brasília: Confira os detalhes da articulação do FNARAS no Distrito Federal

 Diretora presidente do FNARAS e lideranças do PSD—  Foto/Reprodução.

Em agenda em Brasília o FNARAS - Fórum Nacional das Representações dos ACS e ACE esteve na Câmara dos Deputados. 

Não poderíamos deixar de deixar registrado o nosso lamento pelo número de óbitos que estamos tendo, diante da pandemia da Covid-19. Sabemos que isso reflete diretamente na rotina de trabalho e na vida de cada ACS/ACE. A todos, deixamos registrado a nossa solidariedade, comentou Samuel Camêlo.

O FNARAS esta semana marca presença em Brasília com a sua diretora presidente, Marivalda Pereira, a 2ª vice presidente Érica Araújo (GO), o seu 3ª Vice o ACE Lourisval Pereira (AM), a diretoras Rosileide Machado (PE) e Rosalina Silva (GO), além da colaboradora  Valcidélia Dias (BA).


O primeiro compromisso da equipe do FNARAS ontem (16) foi com o atual líder do PSD, Deputado Federal Antônio Brito/Bahia. Marivalda acompanhada da assessora jurídica da instituição, Dra. Elane Alves, levaram as pautas da desprecarização e do reajuste do Piso Salarial como as prioridades legislativas da categoria dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.


 Dra. Elane Alves e Valda—  Foto/Reprodução.

Federalização
Conforme diálogo estabelecido entre a direção do FNARAS e representantes da Comissão Nacional da Federalização e CPI da Saúde nos Municípios, grupo que há alguns anos está na luta nacional pela Desprecarização dos ACS/ACE, inclusive, com proposta legislativa no Senado Federal. A partir de agora será seguida uma nova estratégia para atingir os objetivos previstos com a proposta de Federalização.  Agora essa luta tem como denominação 'Desprecarização.'
A direção do FNARAS assume o compromisso de fortalecer essa luta, estando consciente que a Desprecarização tem relação direta com o combate aos contratos precários, regulamentação de  vínculos e garantia de acesso aos direitos, já estabelecidos em leis, mas que não existem no mundo real. 


Dificuldades para acesso ao interior da Câmara
Apesar das dificuldades de deslocamento no interior da Câmara, por força das medidas restritivas para controle da pandemias da COVID-19, foi possível fazer vários encaminhamentos junto a CSSF - Comissão de Seguridade Social e Família e a assessoria parlamentar. Com a finalidade de ser desenvolvidos os caminhos à aprovação das  pautas apresentadas.

Entrevista ao vivo
Por volta das 20 horas, Marivalda e Dra. Elane tiveram um encontro virtual com a coordenadora da Comissão Nacional da Federalização, Cláudia Almeida. Na oportunidade, foi esclarecido uma série de questões e feitas algumas considerações do quanto a Comissão esteve muito à frente das lutas implementadas pelos diretores da CONACS (exatamente sobre o movimento de Desprecarização nacional dos ACS/ACE).  Confira o vídeo, aqui!


VOCÊ PRECISA SABER
Detalhe sobre a correção do valor do Piso Nacional dos ACS/ACE, ocorrida em 2018. Os agentes lutaram para defender o que era chamado de "derrubada do congelamento do Piso Nacional." Infelizmente o congelamento não foi derrubado, contudo, a Lei  Federal nº 13.708 cedeu uma correção no valor do repasse do FNS - Fundo Nacional de Saúde, correspondente ao período de 2014 a 2018, pago em 3 (três) parcelas, a saber: R$ 1.250,00 (2019); R$ 1.400,00 (2020) e agora R$ 1.550,00 (2021). Até hoje o Piso Nacional segue congelado


JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.