Representação sindical se reúne com prefeito de Marechal Deodoro para discutir o reajuste salarial - Conexão Notícia

Header Ads


Representação sindical se reúne com prefeito de Marechal Deodoro para discutir o reajuste salarial

 Articulação busca garantir o pagamento do Piso Nacional à Categoria.  —  Foto/Reprodução/JASB.

Representação sindical se reúne com prefeito de Marechal Deodoro para discutir o reajuste salarial
Publicado no Conexão Notícia em 1º.abril.2021.  

Agentes de Saúde | Durante o encontro realizado na última quinta-feira (25), foi anunciado o reajuste e o pagamento do retroativo referente a janeiro de 2021.

O diretor do SINDACS-AL, José Sebastião, e uma comissão formada por agentes comunitários de saúde e de combate às endemias, se reuniram com o prefeito de Marechal Deodoro, Cacau Filho, para discutir sobre o reajuste salarial da categoria e outras pautas urgentes. O encontro contou, ainda, com a presença da secretária de saúde, Tânia Queiroz, do presidente da Câmara de Vereadores, André Bocão, e integrantes da atenção básica.

O prefeito Cacau Filho anunciou o reajuste salarial dos agentes para R$ 1.550,00 (mil quinhentos e cinquenta reais), de acordo com o valor fixado nacionalmente com base na Lei Federal 13.708/18, além de garantir o pagamento retroativo referente a janeiro de 2021. 


Ele informou que em função da situação da crise financeira que se encontra o Município, o retroativo será pago em seis vezes, onde a primeira parcela já inicia no corrente mês”, explicou José Sebastião, acrescentando que o salário dos agentes tem uma grande contrapartida do município em função do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). “Os agentes com nível superior podem chegar a receber em média R$ 3.400,00 (três mil e quatrocentos reais). Essa diferença acima do piso ocorre por mérito e tempo de trabalho do servidor, paga com recursos próprios do município, complementou.

De acordo com o diretor do SINDACS-AL, na ocasião o prefeito ressaltou a importância dos agentes na melhoria da qualidade na saúde dos munícipes. 

Ele fez questão de falar que desde seu primeiro mandato tem dado toda atenção à categoria e que nesse segundo mandato não será diferente. Ele espera que a categoria se sinta valorizada pela gestão, que não deixará de fazer o melhor, não apenas em questão salarial, mas principalmente nas condições de trabalho, contou.

Segundo a secretária Tânia Queiroz, em breve serão enviados computadores para as Unidades Básicas de Saúde do município, para facilitar o trabalho dos agentes. Ela também informou que aumentará a quantidade de protetor solar mensal, de uma para duas unidades por trabalhador, bem como os kits de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que deverão conter quinze máscaras e serão entregues semanalmente, o aumento do número de fardamentos, já em licitação, a disponibilização de bicicletas para os que realmente necessitam, e os demais insumos, garantindo qualidade no desenvolvimento das atividades dos serviços prestados.


O diretor José Sebastião parabenizou o prefeito pela forma com que tem tratado a categoria. 

Até o momento o prefeito Cacau não tem negado nada a que a categoria tem direito. Ele está sempre recebendo o sindicato e atendendo prontamente todas as reivindicações da categoria, concluiu.


SINDACS-AL 


Piso Nacional, Insalubridade, Previne Brasil, Incentivo Adicional (14º), vínculo etc, confira as informações sobre a pesquisa voltada aos ACS/ACE do Brasil.

 O ministro Marcelo Queiroga (Saúde) durante reunião virtual com o embaixador dos Estados Unidos, Todd Chapman.  —  Foto/Reprodução/JASB.

A Pesquisa Nacional que estamos realizando tem o objetivo de mapear a situação dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias em todos os estados brasileiros.

É fundamental que todos os municípios sejam contemplados nessa pesquisa, nos enviando os dados que estão sendo colhidos. Tudo é muito fácil e prático, além disso, em apenas 2 minutos o formulário de múltipla escolha pode ser respondido. 


Gráfico da participação na pesquisa (por região):
Dados coletados hoje revelam que o Sudeste continua na frente, quanto a participação na Pesquisa, seguido pelo Nordeste e Sul.

Pesquisa faz um Raio X da situação real das duas categorias, permitindo que seja identificado, inclusive, situações de desvios de recursos repassados pelo Ministério da Saúde, via FNS. Dinheiro que deveriam ser repassados aos agentes. 
A iniciativa não só instrumentaliza as instituições representativas, assim como fornece dados aos próprios agentes que estão nos municípios, trabalhando no sol, na chuva, esquecidos pelo sistema.

FEDERALIZAÇÃO
O anseio pela Federalização continua sendo o desejo da grande maioria dos ACS/ACE. De cada 10 ACS/ACE 9 desejam a ser federalizado. 


Confira outras informações, acesse aqui!


VOCÊ PRECISA SABER
Detalhe sobre a correção do valor do Piso Nacional dos ACS/ACE, ocorrida em 2018. Os agentes lutaram para defender o que era chamado de "derrubada do congelamento do Piso Nacional." Infelizmente o congelamento não foi derrubado, contudo, a Lei  Federal nº 13.708 cedeu uma correção no valor do repasse do FNS - Fundo Nacional de Saúde, correspondente ao período de 2014 a 2018, pago em 3 (três) parcelas, a saber: R$ 1.250,00 (2019); R$ 1.400,00 (2020) e agora R$ 1.550,00 (2021). Até hoje o Piso Nacional segue congelado

Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram 

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil 


Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.