Redes Sociais

Header Ads

Amor e solidariedade! Médico de 82 anos atende pacientes de graça

  Médico Visadal Santos de Oliveira é natural de Nanuque, Minas Gerais, mas atende em Colatina. —  Foto/Reprodução/Arquivo pessoal


Amor e solidariedade! Médico de 82 anos atende pacientes de graça
Fonte:  Correio dos Campos   —  Publicado no CN - Conexão Notícia em 18.maio.2020.   

Solidariedade No Espírito Santo, um médico de 82 anos que estava aposentado, resolveu “dar uma pausa” em sua aposentadoria e voltou a trabalhar, mas de graça.

O amor à profissão falou mais alto. O médico alergista Visadal Santos, de 82 anos, suspendeu a aposentadoria e está de volta ao consultório para ajudar pessoas com covid. Visadal voltou a atender este mês, de graça, em Colatina, no Espírito Santo.

“Ele me disse que queria muito ajudar ao próximo para se sentir vivo“, conta a filha de Visadal Santos, a dentista Carolina Mendes.

Aposentadoria
O idoso serviu quase seis décadas à medicina. Ele se aposentou em novembro do ano passado, em meio a ao diagnóstico de uma insuficiência renal. Ele faz hemodiálise três vezes por semana. No entanto, mesmo com a doença Visadal deixou a aposentadoria de maneira precoce para voltar ao seu consultório.

Ele notou um aumento na procura por atendimentos sobre alergia, sua especialidade. Isso o motivou a retornar ao trabalho. O objetivo é ajudar pacientes que não têm condição financeira de pagar consulta.

Amor à profissão
As consultas gratuitas ajudarão a desafogar os hospitais de Colatina, que estão focados em atender pacientes com sintomas da Covid-19.

Veja também:
Morto ‘acena’ em enterro após leitura de João 11: ‘Eu sou a ressurreição e a vida’
Um inimigo invisível: O que realmente é o fascismo 
Rússia e França amplia uso da hidroxicloroquina no tratamento do coronavírus 
Mais de 84,9 mil brasileiros estão curados da Covid-19
MELHORA: Amazonas: mais de 10 mil casos de Covid-19 já receberam alta 
Viralizou na internet: Globo “erra” e aumenta número de mortos por Covid-19 no RJ
Solução: Pesquisadora de Havard aponta agentes de saúde no combate ao Covid-19
Subir em cadáveres para arrancar recursos do governo é inaceitável, diz Paulo Guedes
Enfermeiro se recupera da Covid e volta ao trabalho
Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização dos governadores 
Israel emprestará € 200 milhões à Autoridade Palestina

“Depois que ele adoeceu veio para Colatina e encerrou suas atividades em novembro de 2019. Sabendo da necessidade de médicos, principalmente na área dele de alergia, ele quis voltar e atuar para ajudar. Ele me disse que queria muito voltar a atuar e ajudar ao próximo para se sentir vivo”, contou a filha de Visadal.

Carolina disse também que a família apoia integralmente o médico, apesar da preocupação com o risco de contaminação com a Covid-19. “Ele sempre teve esse amor e dedicação pela profissão. Ele ama o que faz“, afirmou.



Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 





Postar um comentário

0 Comentários