Header Ads

Austrália diz que Google e Facebook avançam sobre pagar por notícias

 O governo chegou a instruir uma Comissão Reguladora para regular a relação dos veículos de notícias com o Google e o Facebook. —  Foto/Reprodução/Unsplash/Nathana Rebouças.

Austrália diz que Google e Facebook avançam sobre pagar por notícias 
Publicado no Conexão Notícia em 15.fev.2021.  

Mundo | O Google disse que, se o projeto de lei for aprovado, usuários australianos não poderão mais acessar serviço de busca.

O governo da Austrália informou na 2ª feira (15.fev.2021) que Google e Facebook estão mais perto de chegar a um acordo para pagar empresas de mídia do país pelas notícias mostradas em suas plataformas. A informação foi divulgada pela agência Bloomberg (em inglês).

Josh Frydenberg, secretário do Tesouro da Austrália, disse ter conversado com o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, e com sua contraparte do Google, Sundar Pichai, no fim de semana.

“Estamos muito próximos de alguns acordos comerciais muito significativos. Fizemos um grande progresso”, disse Frydenberg à emissora Australian Broadcasting nesta 2ª feira (15.fev).


Desde 2020, as autoridades australianas têm avançado com 1 plano de fazer com que as gigantes de tecnologia paguem pelas notícias que reproduzem em suas plataformas.

Os jornalistas australianos dizem que são justamente as informações de fontes confiáveis o que oferece viabilidade às duas empresas.

O governo chegou a instruir a Comissão Reguladora de Concorrência e Consumidores da Austrália a elaborar 1 código de conduta para regular a relação dos veículos de notícias com o Google e o Facebook.

O Google ameaçou bloquear o acesso de usuários australianos ao seu serviço de busca se a Austrália aprovar um projeto de lei que obrigaria a empresa a pagar aos meios de comunicação locais por seu conteúdo de notícias.

Segundo a notícia divulgada na 2ª feira (15.fev), o parlamento australiano vai considerar as novas medidas a partir desta semana.

Dariam às empresas um incentivo para concordar com os novos termos de remuneração para as empresas de notícias antes mesmo da lei seja definitivamente aprovada.

Nathana Rebouças, Poder360   

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.