Ministro Barroso diz que o voto impresso é ‘um risco e uma ameaça.’ - Conexão Notícia

Header Ads


Ministro Barroso diz que o voto impresso é ‘um risco e uma ameaça.’

 Ministro do STF Luís Roberto Barroso. —  Foto: Reprodução.

Ministro Barroso diz que o voto impresso é ‘um risco e uma ameaça.’
Publicado no Conexão Notícia em 18.junho.2021.  

Brasil  |  Para o ministro, recontagem da votação é um problema.

Apenas Brasil, Butão e Bangladesh usam urnas que não imprimem o voto.

O ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, mais uma vez se manifestou contra a proposta de votação auditável através do voto impresso.

“Eu penso que nós estaremos criando um problema e uma ameaça para um problema que não existe”, disse Barroso em entrevista concedida à CNN, nesta quinta-feira, 17. De acordo com o ministro, o acréscimo do voto impresso cria um “conjunto de problemas” que envolvem o transporte e a armazenagem do material impresso, além da recontagem da votação.

O ministro afirmou que o custo de implantação do voto impresso no Brasil é de R$ 2 bilhões. Dividido por eleitor, o valor fica em cerca de R$ 13,50 — levando-se em conta a quantidade de eleitores brasileiros: aproximadamente, 148 milhões de cidadãos.

Foto: Carlos Moura
Por Artur Piva

LEIA TAMBÉM:


Bill Gates é acusado de crimes contra a humanidade (vídeo)

 Bill Gates foi denunciado no Parlamento de Roma, Itália—  Foto: Reprodução.

Dias depois de ter sido revelado, em um relatório de inteligência, que Bill Gates ofereceu suborno de US$ 10 milhões por um programa de vacinação forçada contra o coronavírus na Nigéria, agora uma parlamentar está exigindo sua prisão no parlamento italiano. 

Sara Cunial, membro do Parlamento de Roma, denunciou Bill Gates como um "criminoso vacinal" e pediu para o presidente italiano a entregá-lo ao Tribunal Penal Internacional por crimes contra a humanidade... Leia a matéria completa, aqui!

CN - Conexão Notícia 

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook

Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.