Header Ads


Receita Federal aplica multas de até R$ 10 milhões contra artistas da Globo

 Reynaldo Gianecchini; Deborah Secco; Malvino Salvador estão no grupo de 43 atores na mira da Receita Federal. —  Foto: Reprodução.

Receita Federal aplica multas de até R$ 10 milhões contra artistas da Globo
Publicado no Conexão Notícia em 10.junho.2021.  

Mundo | Investigação apura contratos apontados como ‘indevidos’ com artistas da casa.

A Receita Federal voltou a executar multas contra artistas da Globo que mantiveram contratos como pessoa jurídica (PJ) com a emissora nos últimos anos. Entre as punições está uma multa de R$ 10 milhões a uma das atrizes investigadas.

Com as investigações ampliadas, autores de novelas e diretores também entraram na mira da Receita.

O advogado tributarista Leonardo Pietro Antonelli, que representa grande parte dos artistas nessa ação, acusa a Receita de exercer confisco tributário com aplicação de multas. Ele diz que busca reverter essas cobranças.


Com todo o respeito à Receita Federal, entendemos que todos os tributos devidos já foram pagos na pessoa jurídica (leia-se, empresa). Cobrar tudo de novo na [pessoa] física é estar cobrando duas vezes pelo mesmo serviço”, aponta o advogado.

Em abril, conforme registrou o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, divulgou que o jornalista William Bonner e outros 20 profissionais ligados ao grupo Globo haviam sido autuados sob a mesma premissa.

A ‘pejotização’ — termo utilizado para definir esse tipo de enquadramento — também já mirou jornalistas da CNN Brasil, Record e do SBT.


Os nomes de quem já recebeu as notificações de pagamento seguem em absoluto sigilo. No entanto, na lista de investigados, estão celebridades como Deborah Secco, Maria Fernanda Cândido e Reynaldo Gianecchini.

A defesa entrou com um recurso administrativo na Receita Federal e aguarda a decisão.

Por Raul Holderf Nascimento.



Bill Gates é acusado de crimes contra a humanidade (vídeo)

 Bill Gates foi denunciado no Parlamento de Roma, Itália—  Foto: Reprodução.

Dias depois de ter sido revelado, em um relatório de inteligência, que Bill Gates ofereceu suborno de US$ 10 milhões por um programa de vacinação forçada contra o coronavírus na Nigéria, agora uma parlamentar está exigindo sua prisão no parlamento italiano. 

Sara Cunial, membro do Parlamento de Roma, denunciou Bill Gates como um "criminoso vacinal" e pediu para o presidente italiano a entregá-lo ao Tribunal Penal Internacional por crimes contra a humanidade... Leia a matéria completa, aqui!

CN - Conexão Notícia 

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook

Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.