Contrato Precário: Prefeitura de Jardim (MS) abre novo processo seletivo para agentes de saúde - Conexão Notícia

Header Ads


Contrato Precário: Prefeitura de Jardim (MS) abre novo processo seletivo para agentes de saúde

Cada Agentes Comunitário de Saúde contratado receberá R$ 1.550,00. —  Foto: Reprodução.

MS - Prefeitura de Jardim abre novo processo seletivo para agentes de saúde
Publicado no Conexão Notícia em 28.junho.2021. 

Agentes de Saúde |  Segue a sequência de cidade cidades dos mais diversos estados brasileiros que estão fazendo contratações  precarizadas, ou seja, esses agentes cobrirão as vagas deixadas por outros, que não conseguiram renovar a contratação. O mesmo deverá ocorrer com os contratados nessa nova abertura de processo seletivo. E assim o prefeito segue usando os cargos dos ACS/ACE com bem deseja.

Confira  a matéria sobre o processo seletivo precarizados

Os profissionais admitidos devem exercer atividades em carga horária semanal de 40 horas e serão beneficiados com salário mensal de R$ 1,5 mil. Os candidatos devem ter ensino médio completo.

A Prefeitura de Jardim divulgou a realização de um novo processo seletivo simplificado que tem como objetivo a contratação, por tempo determinado, de profissionais de ensino médio completo.

No total, são ofertadas 27 vagas, além da formação de cadastro reserva, de agente comunitário de saúde (21) e agente de combate as endemias (6), os quais, quando admitidos, deverão desempenhar atividades em carga horária semanal de 40 horas, com salário base mensal no valor de R$ 1.550,00.


De forma gratuita, os interessados em participar devem efetuar as inscrições a partir de 30 de junho até dia 1º de julho no site da Prefeitura Municipal .

É válido destacar que a classificação dos candidatos inscritos na seleção será feita por meio da apresentação dos documentos relacionados no edital, de acordo com os critérios de pontuação especificados no mesmo. A análise dos documentos está prevista para ocorrer nos dias 12 e 13 de julho.

Os contratos serão válidos pelo período de 12 meses e poderão ser rescindidos a qualquer tempo e/ou prorrogados por igual período, a critério da Secretaria Municipal de Saúde.

Com informações de PCI Concursos. 

CN - Conexão Notícia e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil 
Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsApp ou Telegram.

LEIA TAMBÉM:


Demissões: Associação FNARAS cria Fake News para encobrir fala de Dra. Elane Alves.

Sindicatos associados à Associação Fnaras tenta silenciar parte do vídeo em que a Dra. Elane Alves reconhece a possibilidade de haver demissões em massa, mesmo após a aprovação da PEC 14. —  Foto: Reprodução.

Após a assessora jurídica da Associação Fnaras, Dra. Elane Alves, comentar admitir que as Demissões em Massa poderão continuar, mesmo após a aprovação da PEC 14 (que poderá vir a ser Emenda Constitucional), sindicatos associados criaram uma Fake News (mensagem falsa), alertando que o vídeo com a fala da advogada não é verdadeiro. Confira o vídeo baixo e acesse o link do original, no canal da Associação e confira com os seus próprios olhos! 




Maranhão: Estado repassará incentivo PECAPS aos municípios, que pagará aos ACS/ACE

Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias no Estado receberão remuneração extra. —  Foto: Reprodução.

Trata-se da Política Estadual de Cofinanciamento da Atenção Primária em Saúde do Estado do Maranhão (PECAPS).

“O Cofinanciamento é o que o Estado vai repassar para o município. Trata-se da parte financeira do Estado. Então esse repasse será, inicialmente, para os Agentes de Saúde e Agentes de Endemias, por isso fizemos essa reunião com estes profissionais, porque temos algumas metas para cumprir. Os agentes de Saúde, por exemplo, vão ter que fazer 80% das visitas domiciliares e 80% dos cadastros individuais das pessoas onde eles visitam”, disse a gestora municipal de Saúde. Matéria completa, leia aqui!



Agentes comunitários e de combate às endemias receberão recursos do Previne Brasil

 Além da equipe, agentes comunitários e de combate às endemias receberão 70% dos recursos destinados ao Previne Brasil, no caso descrito na matéria. —  Foto: Reprodução.

Temos recebido diversas mensagem sobre o direito da categoria ao Previne Brasil.  
Prefeitos e seus secretários estão negando o direito ao repasse feito pelo FNS - Fundo Nacional de Saúde, contudo, as lideranças não devem desistir de buscar garantir esse direito. Com a finalidade de ajudar aos colegas que tiveram o direito negado ou não sabem por onde começar a articulação, estamos disponibilizando essa matéria para que sirva de motivação e parâmetro de articulação, sabendo que vários municípios estão repassando aos Agentes Comunitários de Saúde os valores correspondente ao Previne Brasil. 

Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.