Header Ads


Cada vez mais agentes comunitários de Saúde realizam atribuições dos agentes de endemias

    Os agente comunitário de saúde (ACS) estão desenvolvendo atribuições dos agentes de combate às endemias (ACE).  —  Foto/Reprodução.

Cada vez mais agentes comunitários de Saúde realizam atribuições dos agentes de endemias
Publicado no Conexão Notícia em 24.abril.2021.  

Agentes de Saúde | Os agente comunitário de saúde (ACS) são responsáveis por trabalhar com a prevenção e a promoção da saúde, esses profissionais mapeiam as comunidades e desenvolvem estratégias de intervenção voltadas ao auxílio da população local junto a suas unidades básicas. Esta é uma síntese das atribuições dessa categoria. 

Ser um ACS é criar estratégias que realmente fazem diferença para os pacientes atendidos, aumentando a qualidade de vida da comunidade e preservando ambientes de risco no país. Para aprofundar seus conhecimentos sobre essa carreira, continue lendo nosso conteúdo!

Todos os ACSs trabalham dentro do SUS e têm como campo de atuação os bairros, as casas e as comunidades atendidas por suas unidades. Em outras palavras, eles facilitam o acesso aos serviços de saúde para aqueles que não entendem o funcionamento do SUS ou estão em áreas remotas.

Já os agentes de combate às endemias são responsáveis por vistoria de residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para buscar focos endêmicos. Inspeção cuidadosa de caixas d’água, calhas e telhados. Aplicação de larvicidas e inseticidas. Orientações quanto à prevenção e tratamento de doenças infecciosas. Recenseamento de animais. Essas atividades são fundamentais para prevenir e controlar doenças como dengue, chagas, leishmaniose e malária e fazem parte das atribuições do agente de combate de endemias (ACE), um trabalhador de nível médio que teve suas atividades regulamentadas em 2006, mas que ainda tem muito o que conquistar, especialmente no que diz respeito à formação.


Apesar da distinção entre essas duas categorias, a cada dia o número de ACS que exercem atividade dos ACE's só faz aumentar. Inclusive, há propostas em andamento que visam juntar as duas categorias em apenas uma. Ainda não há da de concreto definido.

Um exemplo do que ocorre em vários municípios
No municípios de Benjamin Constant do Sul equipe dos agentes comunitários de Saúde da unidade básica de saúde (UBS Sede) intensificou as ações de combate à dengue no município. Atribuição dos ACE's.

Ao longo dos últimos dias, a equipe dos agentes comunitários de Saúde da unidade básica de saúde (UBS Sede) intensificou as ações de combate à dengue no município.

Todas as residências e terrenos baldios do perímetro urbano, incluindo espaços públicos, como o cemitério municipal, estão sendo visitados pelos profissionais visando a inspeção e a investigação se há presença ou não da larva do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

O trabalho é coordenado pelo enfermeiro, Alisson Ferrenz, responsável técnico da UBS Sede. Segundo ele, os profissionais também estão orientando a comunidade, distribuindo material educativo sobre a dengue e recolhimento do lixo. Os agentes estão alertando a população pedindo que redobrem os cuidados e que todos façam sua parte.

Fonte: CN - Conexão Notícia, JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com informações da Prefeitura de de Benjamin Constant do Sul 




STF - Advogados afirmam, que os ACS/ACE que já recebem o Piso Nacional, poderão ser prejudicados por erros da AASA-Bahia

    A AASA-Bahia, entidade criada a pouco tempo, é apontada como principal responsável por situação que deixa quase 380 mil agentes em alerta, no Brasil.  —  Foto/Reprodução.

O futuro dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias está nas mãos do Supremo Tribunal Federal (STF), que irá decidir se o Piso Nacional é aplicável aos servidores dos estados, municípios e Distrito Federal ou não.

Como tudo aconteceu
Conforme matéria publicada pelo Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com base em informações de lideranças da categoria de diversos estados, inclusive da Bahia, além de advogados que analisaram o processo e a gravidade do problema, a AASA - Associação dos Agentes de Saúde do Estado da Bahia é a principal responsável pelo ocorrido. 
Segundo as lideranças e os advogados, a AASA-BA não deveria ter conduzido o rito processual pelo caminho que conduziu. Acesse a matéria completa, veja os principais posicionamentos sobre o assunto! Leia a matéria completa, aqui!

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook

Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.