Novidades sobre o Curso Técnicos dos ACS/ACE e a Regulamentação dos vínculos pelos municípios. - Conexão Notícia

Header Ads


Novidades sobre o Curso Técnicos dos ACS/ACE e a Regulamentação dos vínculos pelos municípios.

    A advogada Elane Alves fala sobre as novidades envolvendo os Agentes de Saúde (ACS/ACE).  —  Foto/Reprodução/JASB.

Novidades sobre o Curso Técnicos dos ACS/ACE e a Regulamentação dos vínculos pelos municípios.
Publicado no Conexão Notícia em 27.abril.2021.  

Agentes de Saúde | O Curso Técnico dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias, um investimento estimados em mais de 50 milhões de reais. 

No vídeo abaixo a Dra. Elane Alves, ex-assessora da CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, trata sobre a situação atual dessa formação. 
As Novas Atribuições da categoria também são abordadas no vídeo. Há uma diversidade de novidades que vale muito ficar sabendo.

Há um destaque especial à Portaria nº 3.241/2020, inclusive, nas mudanças que transforma totalmente o perfil dos agentes, tal como conhecemos atualmente.


A questão das demissões coletivas dos mais de 10.000 ACS's no município do Rio de Janeiro. Sabendo que eles possuíam o curso técnico, formação ministrada pela FioCruz. 

As mudanças do perfil dos Agentes de Combate as Endemias com o Curso de Técnico em Vigilância em Saúde. Analise no vídeo as mudanças previstas!

INFORMAÇÃO IMPORTANTE: Segundo informações da Dra. Elane, após a realização dessa Live, o Ministério da Saúde alterou a regra de financiamento e as condições de fornecimento dos equipamentos individuais dos ACS e ACE. Veja Portaria MS 569/2021.


Confira o vídeo completo:

Vídeo extraído de live realizada no dia 03/03/2020. 



CN - Conexão Notícia e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.


Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram 


STF - Advogados afirmam, que os ACS/ACE que já recebem o Piso Nacional, poderão ser prejudicados por erros da AASA-Bahia

    A AASA-Bahia, entidade criada há pouco tempo pelo ACE Ivando Antunes, é apontada como principal responsável por situação que deixa quase 380 mil agentes em alerta, no Brasil.  —  Foto/Reprodução.

O futuro dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias está nas mãos do Supremo Tribunal Federal (STF), que irá decidir se o Piso Nacional é aplicável aos servidores dos estados, municípios e Distrito Federal ou não.

Como tudo aconteceu
Conforme matéria publicada pelo Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com base em informações de lideranças da categoria de diversos estados, inclusive da Bahia, além de advogados que analisaram o processo e a gravidade do problema, a AASA - Associação dos Agentes de Saúde do Estado da Bahia é a principal responsável pelo ocorrido. 
Segundo as lideranças e os advogados, a AASA-BA não deveria ter conduzido o rito processual pelo caminho que conduziu. Acesse a matéria completa, veja os principais posicionamentos sobre o assunto! Leia a matéria completa, aqui!


VÍDEO: Tudo ou nada no STF, Novo Piso para 2022, Acúmulo de Cargos, 30 horas semanais, 14º Salário e mais.

    Agentes Comunitários de Saúde são vítimas de discriminação e preconceito.  —  Foto/Reprodução.

No vídeo desta publicação a Dra. Elane Alves, ex-assessora jurídica da CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, fala sobre a situação da categoria em relação a possibilidade do STF - Supremo Tribunal Federal derrubar o direito ao Piso Nacional. A situação que envolve a problemática envolvendo o Piso e o STF ocorreu por falhas do procedimento da AASA - Associação dos Agentes de Saúde da Bahia, conforme revelações de lideranças sindicais de vários estados, inclusive, da Bahia, também de vários advogados com histórico de atuação em defesa da categoria. A AASA - Bahia errou e esperamos que todos não tenham que pagar por isso. Leia a matéria completa, aqui!

Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram

Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.