Redes Sociais

Header Ads

Alagoas: Agentes comunitários e de combate a endemias buscam garantir recursos federais

SINDACS-AL discute regularização do PMAQ e insalubridade dos agentes de Santa Luzia do Norte.  —  Foto/Reprodução.

Alagoas: Agentes comunitários e de combate a endemias buscam garantir recursos federais
Publicado no Conexão Notícia em 08.out.2020.  

Agentes de Saúde | O diretor executivo do SINDACS-AL, Edvaldo Gonçalves e o advogado Felipe Zanotto, participaram de uma reunião com o prefeito Márcio Lima na última quarta-feira (07).

Na última quarta-feira (07), o diretor executivo do Sindicato do Agentes Comunitários de Saúde de Alagoas (SINDACS-AL), Edvaldo Gonçalves, o advogado da entidade, Felipe Zanotto, e a representante dos agentes comunitários de saúde, Fabiana, participaram de uma reunião com o prefeito de Santa Luzia do Norte, Márcio Lima, e com membros do Conselho Municipal de Saúde do município. A pauta do encontro foi a regularização do pagamento do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) e o reajuste da insalubridade de 10% para 20%.

Na ocasião, o prefeito Márcio Lima acordou com os presentes que o pagamento do PMAQ será quadrimestral, justificando que os pontos de produção serão analisados individualmente em cada posto de saúde. Como a primeira parcela referente ao ano de 2020 foi paga em agosto, a próxima será repassada em dezembro.


De acordo com Edvaldo Gonçalves, o retroativo do PMAQ referente ao período de setembro de 2018 a maio de 2019 será pago em três parcelas, iniciando em dezembro deste ano, junto com o pagamento da segunda parcela de 2020. 

Já sobre o reajuste da insalubridade de 10% para 20%, o prefeito pediu para que seja  elaborada uma resolução, por meio do Conselho Municipal de Saúde, cobrando um posicionamento para que o novo percentual seja implantado no próximo ano.

Conteúdo relacionado:





Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 

Postar um comentário

0 Comentários