Header Ads


Brasília: Confira as notícias de hoje sobre os diretores da CONACS.

  Diretores da CONACS em atuação no Distrito Federal.  —  Foto/Reprodução.

Brasília: Confira as notícias de hoje sobre os diretores da CONACS
Publicado no Conexão Notícia em 15.abril.2021.  

Agentes de Saúde |  A Confederação Nacional (das Associações) dos Agentes Comunitários de Saúde, juntamente com a equipe do Fnaras - Fórum Nacional das Representações dos ACS e ACE mantém ações em Brasília. 

Segundo informações repassadas pelos diretores da Confederação e Fnaras, o acesso ao Congresso Nacional tem sido cada vez mais restrito, em face da Pandemia da Covid-19. As duas entidades informam que estão avançando em suas agendas. 
Segundo informados pelos diretores da CONACS, foi possível encaminhar protocolos para mais de 50% das lideranças partidárias, uma carta com pedido de apoio para pautar a PEC-22.
Em agenda no CONASEMS - Conselho Nacional de Secretários de Saúde, os diretores da Confederação foram informados  de que a reivindicação feita anteriormente será posta em prática em Curso Rápido de Vacina contra a COVID-19, com duração entre 4 e 6 h/a, com certificação garantida, e será iniciado a partir do dia 30 de abril com uma live de abertura às 14h30min no YouTube pelo portal HUB COVID direcionado especificamente para ACS/ACE, também poderão participar outros membros das ESF.

Os 4 eixos são:

I. Importância do ACS/ACE;
II. Imunização;
III. Orientação COVID-19;
IV. Comunicação e Saúde.

Já o Programa  "Saúde com  Agente" de formação técnica para os ACS/ACE terá  início ainda no primeiro semestre de 2021, contrariando todas as divergências de opiniões de quem não participou do seu processo de construção, mais que elevará ao grau técnico com toda legalidade. 

O edital de adesão dos municípios já está pronto, dependendo apenas da pactuação com a entidade certificadora, de acordo com legislação do MEC. 

A plataforma  apresentada em primeira mão para a CONACS irá revolucionar a capacidade de formação desses trabalhadores, elevando o nível, avançando na carreira e na capacidade de atendimento à população assistida.

Consequência da atuação do Fnaras e Conacs em Brasília
Como diz a Ilda Angélica: A união faz a força. Chegou o momento de mostrar que a união do discurso não é hipocrisia, que realmente existe. Chegou o momento de unir forças de verdade, considerando o momento de extrema delicadeza, não apenas em consequência da Pandemia, mas pelos absurdos que estão sendo cometidos contra os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias. Os abusos vão desde os desvios dos recursos destinados aos agentes até as demissões em massa, mantendo-se o cadastro do CNES, portanto, sendo mantida a captação de recursos federais por meio dos dados dos agentes arbitrariamente desligados.


Denúncias da Movimento Nacional pela Federalização
Desde 2019 que o Movimento Nacional pela Federalização vem denunciando as arbitrariedades consentidas pelos prefeitos e secretários de saúde, contudo, quem dia ter "legitimidade para representar a categoria," nada fazia e atribuía a responsabilidade aos sindicatos. 
Já os voluntários da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde vem a quase 20 anos apontados a trágica consequência do abandono das bases, nos municípios, exatamente pelas entidades que atuam a nível nacional. 
Hoje o despertamento é inevitável, afinal, as demandas apresentadas pelos movimentos estão sendo encaminhadas no Congresso Nacional. Agora, chegou a hora de correr em busca do prejuízo causado pelas negligências a que os ACS/ACE foram submetidos em suas cidades.

CN - Conexão Notícia e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com informações da Conacs.


Presidente da FENASCE participa de manifestações contra demissões em massa dos Agentes de Saúde em Belford Roxo

  Diretor presidente da FENASCE, Luís Cláudio, fala sobre a situação dos Agentes de Saúde no Municipal de Belford Roxo.  —  Foto/Reprodução.
  
A luta não se faz apenas em Brasília
Comissão que nasceu com o Movimento Nacional pela Federalização dos ACS/ACE, responsável pela tramitação de Proposta Legislativa no Senado Federal com mais de 20.000 assinaturas aponta que a precarização da categoria (falta de garantia de direitos, que vão desde o não pagamento do Piso Nacional até a falta de regulamentação dos vínculos empregatícios) é uma consequência da falta de assistência as bases da categoria, nos municípios.  Entenda a situação dos Agentes de Saúde em Belford Roxo, leia a matéria completa, aqui!

Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram 

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.