Agentes de Combate de Endemias realizam ações de combate ao mosquito da dengue - Conexão Notícia

Header Ads


Agentes de Combate de Endemias realizam ações de combate ao mosquito da dengue

    Os Agentes Comunitários de Saúde realizam importante trabalho em Marituba.  —  Foto/Reprodução.

Agentes de Combate de Endemias realizam ações de combate ao mosquito da dengue 
Publicado no Conexão Notícia em 04.maio.2021.  

Agentes de Saúde Com a chegada do período chuvoso, é comum o acúmulo de água parada em casas ou valas perto de residências, assim como em vasos, poças d’água ou pneus abandonados, gerando o ambiente ideal para a proliferação do Aedes aegypti, mosquito causador da dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

Para o combate dessas doenças, a Prefeitura de Marituba conta com o trabalho dos Agentes Comunitários de Combate de Endemias (ACE), que saem diariamente nos bairros fazendo vistorias e prevenindo a disseminação dessas doenças.

O trabalho do agente comunitário nos bairros consiste na eliminação dos “focos” do mosquito, usando os devidos inseticidas, e dando orientações às famílias para não deixar água parada em locais propícios à proliferação do mosquito. Além das orientações, os ACE podem identificar necessidades da população a respeito de consultas ou vacinas, podendo fazer o encaminhando para o posto de saúde mais próximo. “Nosso olhar não é somente para as endemias, abrange muito mais que isso”, explica a supervisora dos ACE, Malena Maués.

    Diariamente, são visitadas cerca de 40 a 45 casas pelas equipes  —  Foto/Reprodução.

Ação de bloqueio – Conforme o quantitativo de casos confirmados da dengue em um bairro ocorre a ação de bloqueio, estabelecida nas Diretrizes Nacionais para a eliminação das fêmeas do Aedes aegypti, assim controlando o risco de surto da doença. São utilizadas máquinas para aplicação de Ultra Baixo Volume (UBV) ou veneno fumacê (como é conhecido).

A enfermeira e gerente ambiental, Roseane Freitas, fala sobre a atenção que devemos ter a respeito dos sintomas da dengue como: febre, dores no corpo, dores nos olhos e cefaléias. “Para mais cuidados, é ideal ir à unidade de saúde, Upas ou hospital de urgência e emergência”, ressalta.


Diariamente, são visitadas cerca de 40 a 45 casas para averiguação de possíveis focos do mosquito. Uma delas foi a casa do José Machado, morador do bairro São Francisco, há 42 anos. Ele conta que sempre permitiu as vistorias das equipes. “É importante manter o nosso ambiente seguro, para garantir nossa saúde”, pontua. Ele acrescenta que sempre segue as recomendações passadas pela equipe para garantir o extermínio do mosquito.

Fotos: Ary Brito
Por Prefeitura de MARITUBA
Texto: Andréia Dantas (estudante de Jornalismo, com supervisão da jornalista Aline Carvalho)




FENASCE se reúne com CONASEMS para tratar do Curso Técnico para Agentes de Saúde (ACS/ACE)

    FENASCE e Conasems tratam do Curso Técnico para os ACS/ACE de todo o Brasil.  —  Foto/Reprodução.

No finalzinho do mês passado, precisamente na tarde do dia 26 de abril, diretores da Federação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias - FENASCE  estiveram reunidos com o Conasems - Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Demanda no STF: Assessora do FNARAS "fez terrorismo,"  diz Dr. Jose Ricardo Lessa.

    Dra. Elane Alves, ex-assessora jurídica da CONACS, recebe crítica ácida de colega advogado.  —  Foto/Reprodução.

As constantes confusões entre os participantes do FNARAS já custaram a remoção, sem avisos prévios, de vários ACS/ACE. O diretor de comunicação da entidade, Ivando Antunes, tem batido recordes em remover os colegas de grupos de WhatsApp. A postura radical do diretor tem gerado muita polêmica e chamadas de atenção nos grupos fechados dos diretores da associação. Inclusive sendo pauta principal de reunião remota.



Acompanhe as notícias do JASB no WhatsApp ou Telegram

Veja outras formas de doações, aqui!


Conteúdo relacionado:


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.