Agentes comunitários de saúde e endemias de Araguaína têm piso salarial reajustado - Conexão Notícia

Header Ads


Agentes comunitários de saúde e endemias de Araguaína têm piso salarial reajustado

 Reajuste do Piso dos Agentes de Saúde vem de uma correção de 2018, pago em 3 parcelas ao longo de 2019 a 2021—  Foto/Reprodução.

Agentes comunitários de saúde e endemias de Araguaína têm piso salarial reajustado
Publicado no Conexão Notícia em 12.mar.2021.  

Agentes de Saúde |  O salário dos agentes foi equiparado com o piso nacional regulamentado pela Lei Federal nº 13.708/2018.

O prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues, sancionou a Lei nº 082/2021 que fixa o piso salarial dos agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate às endemias (ACE) do Município com base na regulamentação nacional, estabelecida pela Lei Federal nº 13.708. A lei foi publicada no Diário Oficial do Município Nº 2.261 e já está em vigor.


Fizemos o máximo para que o projeto fosse votado pela Câmara de Vereadores com urgência, visto que o trabalho destes profissionais é importantíssimo para Araguaína e a aplicação desse piso é um direito conquistado por lei federal. Eu acredito que nada mais justo que reconhecer o esforço de profissionais que nos ajudam diariamente a executar um bom trabalho, principalmente em um período como esse de pandemia, disse o prefeito Wagner Rodrigues.


Atualmente, o piso salarial dos agentes é de R$ 1.550, atualizado no dia 1º de janeiro de 2021, estabelecendo também uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Papel dos agentes
O agente comunitário de saúde faz o trabalho de prevenção de doenças na atuação direta com a comunidade, mantendo o sistema cadastral da Atenção Primária atualizado, estimulando a população na busca pelos serviços de saúde e na prática de hábitos saudáveis.

Assim como os ACS, os agentes de combate às endemias trabalham em contato direto com a comunidade, vistoriando residências, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para a identificação de focos endêmicos e no combate dessas doenças, como dengue, zica e calazar.


Trabalho contra a covid-19
Durante a atual situação de pandemia, os ACE e ACS têm também auxiliado o trabalho da Vigilância Epidemiológica com a orientação à comunidade quanto às medidas de segurança para conter o avanço da covid-19.

Além da difusão de informações, os agentes atuam na vigilância ativa, identificando pessoas que se enquadram em grupos de risco e possíveis casos ativos para o encaminhamento adequado ao serviço de saúde, evitando o agravamento da doença e transmissões em massa.

Foto: Marcos Sandes/Ascom
Prefeito de Araguaína

VOCÊ PRECISA SABER
Detalhe sobre a correção do valor do Piso Nacional dos ACS/ACE, ocorrida em 2018. Os agentes lutaram para defender o que era chamado de "derrubada do congelamento do Piso Nacional." Infelizmente o congelamento não foi derrubado, contudo, a Lei  Federal nº 13.708 cedeu uma correção no valor do repasse do FNS - Fundo Nacional de Saúde, correspondente ao período de 2014 a 2018, pago em 3 (três) parcelas, a saber: R$ 1.250,00 (2019); R$ 1.400,00 (2020) e agora R$ 1.550,00 (2021). Até hoje o Piso Nacional segue congelado


Publicado no JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.