Header Ads


Tratamento experimental contra a covid-19 reduz carga viral em 99,9% em testes com animais

   Nigel McMillan é um dos pesquisadores.  —  Foto: Reprodução.

Tratamento experimental contra a covid-19 reduz carga viral em 99,9% em testes com animais
Publicado no Conexão Notícia em 20.maio.2021.  

Mundo | Cientistas utilizaram tecnologia chamada siRNA para atacar o genoma do vírus chinês, impedindo sua replicação.

Uma equipe de cientistas da Universidade de Griffith, na Austrália, e do centro de pesquisas norte-americano City of Hope desenvolveu uma terapia antiviral experimental para combater a covid-19. Em testes com camundongos, o tratamento reduziu em 99,9% a carga viral nos pulmões dos animais, de acordo com o estudo publicado na revista científica Molecular Therapy.


Os pesquisadores utilizaram uma tecnologia chamada de siRNA, ou RNA de pequena interferência, para atacar o genoma do vírus diretamente, impedindo sua replicação. “Os medicamentos de RNA precisam ser entregues em algo chamado de nanopartículas. Então, nós injetamos na corrente sanguínea e as nanopartículas vão para os pulmões e se fundem nas células, entregando o RNA”, explica o pesquisador Nigel McMillan.

Segundo o cientista, o uso da terapia em camundongos infectados com Sars-Cov-2 aumentou a sobrevivência dos animais. “Notavelmente, em sobreviventes tratados, nenhum vírus foi detectado nos pulmões”, destacou McMillan.

Edilson Salgueiro, Revista Oeste.



Dono do China in Box acorda do coma e comemora: “Estou de volta”

   Robinson Shiba comemora: estou de volta.  —  Foto: Reprodução/Instagram.

O empreendedor Robinson Shiba, dono do China in Box, reapareceu 2 anos após um grave acidente de moto que sofreu em 2019, em São Paulo e o deixou em coma.

O anuncio foi feito numa foto postada no Instagram neste fim de semana, onde Robinson Shiba disse: “estou de volta”. Leia a matéria completa, aqui!



Homem encontra pai que não via há 30 anos, após envelhecer foto em app

   Everaldo Germano do Nascimento foi favorecido por tecnologia, que o ajudou a encontrar o pai.  —  Foto: Reprodução/Facebook.

Foi a tecnologia que ajudou o construtor civil Everaldo Germano do Nascimento, de 51 anos, a localizar o pai, Geraldo Serafim do Nascimento, hoje com 73, após 30 anos de separação.

Com a ajuda do filho de 13 anos, Everaldo pegou a única foto que tinha do pai e a jogou no aplicativo de envelhecimento. Após ter o resultado, ele fez uma postagem no Facebook pedindo ajuda. Leia a matéria completa, aqui!


Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook


Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.