Senador Randolfe ataca ato pró-Bolsonaro e pede dados sobre ‘aglomeração’ - Conexão Notícia

Header Ads


Senador Randolfe ataca ato pró-Bolsonaro e pede dados sobre ‘aglomeração’

 Randolfe promete acionar os governos estadual e municipal do RJ.  —  Foto: Reprodução.

Senador Randolfe ataca ato pró-Bolsonaro e pede dados sobre ‘aglomeração’
Publicado no Conexão Notícia em 24.maio.2021.  

Brasil | O vice-presidente da CPI da Covid sinalizou que o colegiado pode punir o presidente da República pela 'motociata.'

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que a CPI vai pedir informações sobre o ato pró-Bolsonaro ocorrido no Estado do Rio de Janeiro. Os governos estadual e municipal serão acionados. 

“Trata-se de um acinte às quase 450 mil famílias enlutadas”, declarou o congressista, em entrevista à GloboNews, no domingo 23. 

Conforme noticiou a Revista Oeste, o presidente da República arregimentou 10 mil seguidores durante a “motociata”. No encontro, o chefe do Executivo ressaltou a importância da liberdade das pessoas ao criticar as medidas restritivas de prefeitos e governadores. 


Queremos saber se houve autorização para o evento. Se não houve, cobraremos quais as providências serão tomadas para responsabilizar o presidente da República por conta da clara infração à ordem sanitária, prometeu Randolfe, ao mencionar decretos de isolamento social. 

Na manhã de ontem, sete senadores da CPI trataram da manifestação em prol do Palácio do Planalto. Entre as medidas discutidas está convocar o governador do RJ, Cláudio Castro (PSC), e o antecessor Wilson Witzel (PSC), de modo a falarem sobre “aglomerações”. Avalia-se chamar, novamente, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello (que participou da manifestação) e o titular da pasta, Marcelo Queiroga.

Foto: José Cruz/Agência Brasil
Cristyan Costa, Revista Oeste




TV Cultura divulga salários de 5 âncoras do ‘Roda Viva’

 Conheça agora alguns salários pagos pela TV Cultura a 5 âncoras.  —  Foto: Reprodução.

Em 2020, a atual apresentadora do ‘Roda Viva’, Vera Magalhães, foi submetida ao doxing (exposição de dados pessoais). Vários perfis em redes sociais, inclusive de políticos, divulgaram que ela receberia R$ 500 mil de salário da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura. Leia a matéria completa, aqui!



PF tem evidências que podem confirmar delação de Sérgio Cabral contra Toffoli

 O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.  —  Foto: Reprodução.

A Polícia Federal (PF) informou na quinta-feira (20) que possui evidências que podem confirmar a delação do ex-governador Sérgio Cabral contra o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF). Para corroborar a delação, a PF utilizou e-mails, agendas, anotações e decisões como indícios contra Toffoli.  Leia a matéria completa, aqui!




Prefeita de Chicago recusa-se a conceder entrevistas exclusivas a jornalistas brancos

   Lori Lightfoot rejeitou conversas com jornalistas brancos.  —  Foto: Reprodução.

A prefeita de Chicago, Lori Lightfoot, declarou que não concederá entrevistas exclusivas a jornalistas de pele branca. Segundo a democrata, trata-se de um protesto contra a falta de diversidade nos meios de comunicação de Windy City, região que fica às margens do Lago Michigan, em Illinois, nos Estados Unidos. Leia a matéria completa, aqui!


China acusa navio dos EUA de invadir seu território

 O local da invasão teria sido o Mar do Sul.  —  Foto: Reprodução.

Trata-se da mais recente troca de farpas entre EUA e China.

O regime comunista da China afirmou  que um navio de guerra dos Estados Unidos entrou ilegalmente em suas águas territoriais. Leia a matéria completa, aqui!

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook


Veja outras formas de doações, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.